13 de dezembro de 1999
Home
Home
Semana
Diversão e Arte
Outras Edições
Fale Conosco
Assine
Assine
Assine
Assine
Assine
Assine
Busca



 

Empatia parcial

Foto: Leandro Pimentel

Thiago Lacerda caiu nas graças de um de seus patrões. Num encontro com o pai, sexta-feira 3, José Roberto Marinho elogiou o desempenho do ator em Terra Nostra. Ao que tudo indica, Roberto Marinho não é um telespectador assíduo da novela da própria emissora. Precisou fazer algumas perguntas para saber de quem se tratava.

Sucesso incontestável

Devido à elevada média no Ibope de 29 pontos de audiência, Silvio Santos revolveu não esperar o mês de março do ano que vem para voltar a apresentar diariamente o Jogo do Milhão. Em janeiro, o apresentador e empresário do SBT põe no ar um especial do programa com duas horas de duração.

Dispensa compulsória

Jayme Monjardim está em maus lençóis. O diretor de Terra Nostra tem de se livrar brevemente de um elenco de 20 atores, entre eles Regina Duarte. Escalados inicialmente para integrar a segunda fase da novela das oito da Rede Globo, de Benedito Ruy Barbosa, eles terão de ser dispensados. A direção da emissora optou por envelhecer os atuais personagens, já que eles mantêm Ibope médio de 50 pontos de audiência. A chiadeira dos atores é geral.

Sem recuperação

Nem a pretensão de disputar a Prefeitura de São Bernardo do Campo, em São Paulo, vai fazer com que Vicentinho desista do curso de Direito, matriculado agora no terceiro semestre. Vicente Paulo da Silva, presidente da CUT, vai tentar administrar a formação de advogado com a campanha eleitoral pedindo dispensa à direção da escola quando precisar faltar. Ele passou nas provas da faculdade com média 8. Mas chegou a tirar 6 nas disciplinas de direito constitucional e civil.

Ele não usa smoking

Mário Covas não perde uma festa. Foi o único a comparecer de terno e gravata, na noite do sábado 4, à festa de aniversário do colunista social Willy Damasceno, do jornal O Dário de Mogi, em Mogi das Cruzes, interior paulista. O problema de Covas é que todos os demais convidados vestiam smoking, como o empresário Chiquinho Scarpa e o estilista Cláudio Vaz. O governador vestiu terno azul-marinho, camisa branca e gravata estampada em vermelho e preto. A amigos, confidenciou que o único traje a rigor não lhe servia mais.

Precaução natalina

O padre Julio Lancelotti, da Pastoral do Menor de São Paulo, mandou avisar o Ministério Público e a Secretaria de Segurança do Estado para se prepararem para provável rebelião na Febem no Natal. No ano passado, o padre passou a madrugada do dia 25 negociando com lideranças de uma rebelião que teve um adolescente morto. Foram três dias de tensão.

 

Boletim Assine Fale Conosco Outras edições Home Boletim Assine Fale conosco Outras edições Home