Veja também outros sites:
Home •• Revista ••• Reportagens  
Reportagens

04/11/2002

   
 
Davi Wanstein
“Não tem um texto que se escreva para o Lula que ele não faça algumas mudanças”, diz Dulci, secretário-geral do PT

Os Poderosos do PT
Luiz Dulci
Jeito mineiro de coordenar

Juliana Lopes

 

Nos 18 Estados brasileiros percorridos ao lado de Lula, o secretário-geral do PT e um dos coordenadores da campanha ouviu, nos cafés da manhã, coisas do candidato que só os amigos ouvem. “Ele compartilha as dificuldades com as pessoas que ele mais conhece”, conta o mineiro Luiz Dulci, que conhece Lula há 22 anos. Além de confidente, Dulci é o homem a quem sempre coube a missão de redigir os documentos dentro do PT. Amante da literatura, é professor de Língua Portuguesa desde 1974 e foi o primeiro presidente da União de Trabalhadores do Estado de Minas Gerais, em 1979. Autor de vários livros e presidente da Fundação Abramo de estudos políticos, sociais e culturais, é uma das grandes cabeças do PT. “Quando intelectuais como Henfil, Antônio Cândido, Marilena Chauí e Sérgio Buarque de Hollanda começaram a se juntar a nós, na década de 80, eu fiquei fascinado. Lula também ficou muito orgulhoso”, conta.

Mas Dulci diz que Lula nunca se deslumbrou. “Ele sempre admirou muitos os intelectuais, transitava entre vários espaços, mas não gostava que eles dessem palpite entre os metalúrgicos lá na fábrica”, relembra. O coordenador acompanhou a evolução de Lula, que hoje é quem dá muito mais palpites nas coisas que os outros escrevem. “Não tem um texto que se escreva para o Lula que ele não faça algumas mudanças”, comenta Dulci, aos risos, referindo-se tanto a documentos quanto a textos para ele falar durante
a campanha. Mesmo morando em Minas Gerais, Estado pelo qual foi deputado federal em 1983 e onde sempre teve
força política, Dulci nunca se distanciou de São Paulo para estar em contato com Lula: ficava hospedado na casa do amigo, com Marisa e os filhos. Hoje ainda mora com a
família em Minas. “O Lula gosta de churrasco. Eu prefiro o torresmo”, comenta o secretário, que deve fazer parte do núcleo político do governo.

 

Quem são as pessoas com influência no PT e que
vão ajudar o novo presidente a governar o Brasil
Antonio Palocci
Filho
José Dirceu Luiz Dulci
Aloizio Mercadante Guido Mantega
Jacques Wagner Sigmaringa Seixas Vicentinho
Luís Favre Telma de Souza Ricardo Kotscho  
José Genoino      
Comente esta matéria
 
 

Clique para vê-la ampliada
EDIÇÃO 170
FÓRUM
 
ENQUETE
Qual você acredita
que será o futuro
de José Serra ?
:: VOTAR ::
 
 BUSCA

RESUMO DAS NOVELAS
Saiba o que vai acontecer durante a semana na sua novela preferida
JOGOS
Monte sua alma-gêmea e ganhe um papel de parede para seu computador
• Fale conosco
• Expediente
• Assinaturas
• Publicidade
| ISTOÉ | ISTOÉ DINHEIRO | PLANETA | EDIÇÕES ANTERIORES | ESPECIAIS |
| ASSINE A NEWSLETTER | ASSINATURAS | EXPEDIENTE | FALE CONOSCO | PUBLICIDADE | AVISO LEGAL
© Copyright 1999/2002 Editora Três