Veja também outros sites:
Home •• Revista ••• Reportagens  
Reportagens

16/09/2002

   
 
Edu Lopes
Ela evita falar do namoro com Rogério Gallo: “Estamos bem”
Edu Lopes
"Eu tinha pressa, se parasse uma hora achava que estava perdendo um tempo precioso. Agora consigo assistir a um filme no DVD" Adriane Galisteu
Leia mais
Ricardo Stuckert Galeria de Fotos

 

Capa
Adriane redescoberta
A apresentadora completa dois anos na Record, mostra que está mais madura, faz autocrítica e admite erros do passado

Daniela Mendes

 
Edu Lopes

Adriane Galisteu viveu recentemente uma experiência inédita em sua vida. Desde que surgiram rumores de que seu namoro com Rogério Gallo, superintendente artístico da Bandeirantes, não vai bem, ela tornou-se alvo dos paparazzi e, pela primeira vez na vida, viu jornalistas no seu encalço, de plantão na porta do seu prédio. “Nunca passei por isso porque sempre dei a foto que queriam. Dessa vez não deu porque não estive em nenhum lugar público com o Rogério”, conta a apresentadora da Record, que foi, sozinha, à estréia da peça de Paulo Autran, em São Paulo, no sábado 7.

Ela evita se alongar quando o assunto é o relacionamento com Rogério Gallo, que, entre idas e vindas, tem quase três anos. “Estamos bem”, encerra. Há tempos, porém, os dois não são vistos juntos. Amigos do casal dizem que eles vivem uma crise e que o fim pode estar próximo. Adriane, entretanto, transparece serenidade. Aos 29 anos, mora sozinha há quatro meses pela primeira vez. É vizinha do apresentador Jô Soares num apartamento de 700m2, em Higienópolis, bairro nobre de São Paulo. Está às vésperas de completar dois anos na Record com o É Show, e projetos não lhe faltam: quer retornar ao teatro – está lendo um texto de Juca de Oliveira – e pensa em voltar a fazer rádio com Zé Pedro, DJ de seu programa. Adriane acaba de lançar uma coleção de bonecas pela Estrela, a Driks, que vem a se somar aos outros produtos com seu nome (um perfume, uma linha de maquiagem e sandálias), que lhe garantem R$ 100 mil mensais.

Ainda assim, nem de longe ela lembra aquela Adriane que parecia querer abraçar o mundo e viver dez anos em um. “Eu tinha pressa, se parasse uma hora achava que estava perdendo um tempo precioso. Continuo com essa voracidade no trabalho, mas agora consigo assistir, tranqüila, a um filme no DVD, colocar um som, ler um livro”, diz ela. Domar a ansiedade é um dos grandes desafios da apresentadora, que há um mês passou a fazer terapia. “Não é o meu forte, mas também não gosto de massagem, de acender incenso e ficar zen. A única coisa que segura minha ansiedade é esporte, é correr na esteira.”

Próxima  >

Comente esta matéria
 
 

Clique para vê-la ampliada
EDIÇÃO 163
ENQUETE
A candidata a deputada federal pelo PL Marinara Costa foi impedida pelo partido, que é ligado à Igreja Universal, de aparecer de lingerie no horário eleitoral gratuito. Segundo o presidente do partido, o bispo Carlos Alberto Rodrigues, a maneira dela se exibir é avançada demais para os eleitores. Vc acha que a candidata deve usar roupas sensuais durante suas aparições na tevê?
:: VOTAR ::
 
FÓRUM
 
 BUSCA

RESUMO DAS NOVELAS
Saiba o que vai acontecer durante a semana na sua novela preferida
JOGOS
Monte sua alma-gêmea e ganhe um papel de parede para seu computador
• Fale conosco
• Expediente
• Assinaturas
• Publicidade
| ISTOÉ | ISTOÉ DINHEIRO | PLANETA | EDIÇÕES ANTERIORES | ESPECIAIS |
| ASSINE A NEWSLETTER | ASSINATURAS | EXPEDIENTE | FALE CONOSCO | PUBLICIDADE | AVISO LEGAL
© Copyright 1999/2002 Editora Três