Veja também outros sites:
Home •• Revista ••Diversão & Arte    
Diversão & arte - Televisão

16/09/2002

   
Divulgação
Luciano Huck: gincanas para endividados e desempregados

Foco
“Quem quer emprego?”

Marina Monzillo


Nem calouros nem artistas. Chegou a vez dos desempregados e dos endividados. Quadros com prêmios como dinheiro para saldar dívidas e emprego são a nova mania da tevê. É o que as emissoras batizaram de “assistencialismo social”, mas pode-se chamar de exploração da miséria mesmo. As pessoas expõem seus dramas pessoais e, em troca, garantem o Ibope para a emissora.

Aproveitando os altos índices de desemprego e a cambaleante situação econômica do País, atrações como o Canal Aberto, da Rede TV!, Caldeirão do Huck, da Globo, e Falando Francamente, do SBT, vêm tirando proveito da desgraça alheia. Oferecem ajuda médica, jurídica e financeira para quem está na pior. A próxima a entrar na onda é a Record, que deve colocar no ar, ainda este ano, um game co-produzido pela Columbia e comandado por José Luiz Datena. O jogo promete saldar as dívidas do vencedor. É uma versão de Números Rojos, que virou febre na Argentina.

Luciano Huck foi um dos pioneiros desse tipo de atração com o quadro “Agora ou Nunca”, um dos mais populares do programa. Semanalmente, um trabalhador ou estudante carente tem seus problemas financeiros escancarados na tevê. Para solucioná-los, tem de vencer um prova proposta por Huck. Na última semana, depois de que o porteiro Marco Aurélio de Abreu perdeu a prova que garantiria R$ 10 mil, ficou arrasado. O apresentador não perdeu tempo: chamou a mulher do rapaz no palco e ainda mandou: “Olha para aquela câmera e mande um recado para seu filho”. O porteiro, emocionado, se desculpou: “Filho, da próxima vez vou fazer melhor. Te amo”.

Já o apresentador João Kléber, do Canal Aberto, contratou até um advogado, que presta consultoria aos participantes da atração. “Das pessoas que vão ao programa, 80% pedem emprego”, conta ele. Logo após as eleições, Kléber promete estrear o quadro “RH”, no qual candidatos responderão perguntas sobre suas profissões. “Quem se sair melhor, leva um emprego com carteira assinada por seis meses”, garante. “Enquanto as autoridades não fizerem alguma coisa, os apresentadores são a salvação.” Só se for salvação do Ibope.

   
 

 

 

 

 

 

 

Clique para vê-la ampliada
EDIÇÃO 163
ENQUETE
A candidata a deputada federal pelo PL Marinara Costa foi impedida pelo partido, que é ligado à Igreja Universal, de aparecer de lingerie no horário eleitoral gratuito. Segundo o presidente do partido, o bispo Carlos Alberto Rodrigues, a maneira dela se exibir é avançada demais para os eleitores. Vc acha que a candidata deve usar roupas sensuais durante suas aparições na tevê?
:: VOTAR ::
 
FÓRUM
 
 BUSCA

RESUMO DAS NOVELAS
Saiba o que vai acontecer durante a semana na sua novela preferida
JOGOS
Monte sua alma-gêmea e ganhe um papel de parede para seu computador
• Fale conosco
• Expediente
• Assinaturas
• Publicidade
| ISTOÉ | ISTOÉ DINHEIRO | PLANETA | EDIÇÕES ANTERIORES | ESPECIAIS |
| ASSINE A NEWSLETTER | ASSINATURAS | EXPEDIENTE | FALE CONOSCO | PUBLICIDADE | AVISO LEGAL
© Copyright 1999/2002 Editora Três