Veja também outros sites:
Home •• Revista ••• Reportagens  
Reportagens

05/08/2002

   
 
Prensa Três
Celso Lafer,
ministro das
Relações Exteriores
: defesa de Jaguaribe
 
Leia Mais

O mercado venceu
1
| 2 | 3

Entrevista
Paulo Coelho:
“Por muito tempo
meus leitores ouviram agressões tolas”
Entrevista
Hélio Jaguaribe:
“A ABL não me interessa mais"

 

Capa / Paulo Coelho
O mercado venceu
Um dos cinco maiores vendedores de livro do mundo, Paulo Coelho dobra os críticos de sua obra, seduz os membros da Academia Brasileira de Letras e realiza um sonho de juventude

Vivianne Cohen

 
Leandro Pimentel

O céu estava nublado na quinta-feira 25 de julho, dia de Santiago de Compostela. Como costuma fazer, o escritor Paulo Coelho, 54 anos, acordou às 8h e foi andar no calçadão da praia de Copacabana. A brisa do mar não o relaxou. Ao voltar para seu apartamento, na Avenida Atlântica, em frente ao mar,
o escritor fez uma
sessão de shiatsu. Passou a tarde ali em seu escritório, parado, admirando a bela vista da orla carioca. Tentava aliviar a tensão dos minutos que estariam por vir. Às 16h, seria inaugurado um novo ciclo em sua vida. Com mais de 37 milhões de livros vendidos em 155 países e traduzidos para 56 línguas, ele estava perto de vencer mais um desafio: ingressar na Academia Brasileira de Letras, onde teria seu valor reconhecido por notáveis da literatura brasileira, como Rachel de Queiroz, Ariano Suassuna e João Ubaldo Ribeiro.

Já estava tudo pronto para a festa. Para não parecer que a vitória eram favas contadas, no entanto, o champanhe estava guardado na casa do porteiro do prédio. Os minutos de angústia pareciam intermináveis.

Sua mulher, a artista plástica Cristina Oiticica, 50 anos, rezava e chorava. Aos jornalistas que faziam plantão em frente ao prédio, mandou servir caviar. Quarenta minutos depois, o nervosismo chegava ao fim. Paulo foi eleito com 22 votos contra 15 de seu opositor, o cientista político Hélio Jaguaribe, para a cadeira 21, que ficou vaga com a morte do economista Roberto Campos no ano passado. O mais novo imortal estava eufórico. Mesmo cansado depois de ter recebido colegas de Academia em sua casa, não conseguiu pegar no sono. Rolou na cama até as 4h da madrugada. Uma lembrança não lhe saía da cabeça. Aos 15 anos, então membro da Academia de Letras do Santo Inácio, colégio onde estudava, pegara um bonde e fora até a ABL assistir a uma palestra. Naquele momento, prometera para si próprio que um dia adentraria o salão nobre do Petit Trianon em outra condição. “Me lembrei do garoto de 15 anos e disse a ele: ‘Não te traí’”, conta.

Chegar à ABL foi mais uma batalha vencida. Quando era adolescente, teve de superar a resistência dos pais que não queriam que ele se tornasse artista, e foi internado por eles três vezes num hospital psiquiátrico, onde chegou a tomar choques. Também ganhou a luta contra as drogas, da época de parceria com o roqueiro Raul Seixas. As marcas e o trauma do tempo de prisão, em 1974, durante a ditadura, ficaram para trás. E, claro, não faltaram obstáculos a enfrentar quando se candidatou à vaga de Roberto Campos. Na primeira eleição, em março, não conseguiu angariar os 19 votos necessários à vitória. “Sabia que não ia ganhar e sabia que não ia perder. Mas precisava de mais tempo porque a morte dele me pegou de surpresa. Desta vez, como tive mais tempo para me dedicar, lutei mais”, diz ele.

Próxima >

Comente esta matéria
Clique para vê-la ampliada
EDIÇÃO 157
ENQUETE
O senador Gerson Camata, marido de Rita Camata, candidata a vice de Serra, queixa-se que ela sumiu de casa e o filho de dois anos chora muito a sua falta. Você acha que ela deveria renunciar à candidatura?
:: VOTAR ::
 
FÓRUM
Paulo Coelho foi eleito membro da ABL por estar na lista dos mais vendidos em todo o mundo, mas a crítica sempre perseguiu o mago. E você? Lê Paulo Coelho? O que pensa a respeito? Dê sua opinião
 
 BUSCA

RESUMO DAS NOVELAS
Saiba o que vai acontecer durante a semana na sua novela preferida
JOGOS
Monte sua alma-gêmea e ganhe um papel de parede para seu computador
• Fale conosco
• Expediente
• Assinaturas
• Publicidade
| ISTOÉ | DINHEIRO | PLANETA | ISTOÉ DIGITAL | EDIÇÕES ANTERIORES | ESPECIAIS |
| ASSINE A NEWSLETTER | ASSINATURAS | EXPEDIENTE | FALE CONOSCO | PUBLICIDADE | AVISO LEGAL
© Copyright 1999/2002 Editora Três