Veja também outros sites:
Home •• Revista ••• Reportagens  
Reportagens

05/08/2002

   
 
Claudio Gatti
“Quando a Luiza (Ambiel) ia chegando perto, eu pensava numa praia, me via pedalando... Sabe? Acho bonito demorar. Demorei 20 dias para beijar minha última namorada’’ Sérgio Paiva Montenegro
 
Leia Mais

O dono do dinheiro

O vice da casa

 

Televisão
O dono do dinheiro
Vencedor da Casa dos Artistas, Sérgio Paiva Montenegro embolsou R$ 400 mil e diz que teve autocontrole de ninja para levar um romance suave com Luiza Ambiel

Juliana Lopes

 

Os clientes do Banco do Brasil de João Pessoa, Paraíba, vão ficar surpresos ao saber que o ator e triatleta Sérgio Paiva Montenegro, 29 anos, virou um expert em autocontrole graças a eles. Vencedor da Casa dos Artistas do SBT e premiado com R$ 400 mil, o fã da personal trainer Solange Frazão passou nove anos atrás de um caixa do banco abrindo um sorriso de propaganda de pasta de dente enquanto digitava horas a fio. Com esse currículo, aturar 57 dias de choros, mimos e brigas de artistas e seus respectivos fãs trancado numa casa foi fichinha.

Dificuldade mesmo, conta o vencedor, foi segurar os impulsos diante de uma esfuziante Luiza Ambiel. A moça, que ganhou fama na banheira do Gugu e que dentro da Casa formou par romântico com Sérgio, soube muito bem deixá-lo enlouquecido. “Quando a Luiza ia chegando perto eu
pensava numa praia, me via pedalando... Sabe?”, diz ele, que se entregou aos encantos de Luiza após um mês na casa. “Acho bonito demorar. Demorei 20 dias para beijar minha última namorada.”

O casal evitou cenas tórridas diante das câmeras, tudo era suave. Por isso, inspirado por um amigo de João Pessoa, Sérgio diz ter considerado sua atitude digna de um “autocontrole ninja”. O paraibano conta que o amigo é aficionado por ninjas, guerreiros japoneses impecáveis e rigorosos em todas as estratégias de guerra. “Ele dizia, por exemplo, que fazia um ‘feijão-ninja’”, explica Sérgio. Até a segunda-feira 29, Sérgio jurou que ele e Luiza ainda não tinham ficado literalmente a sós. Mas Luiza não esconde o encantamento: “Percebi que ele tinha um brilho especial desde que o vi pela primeira vez”, diz ela. “Se continuarmos sentindo alguma coisa um pelo outro depois dessa euforia, não tem porque não namorarmos”, completa ele.
Sérgio não imaginava que ganharia um prêmio e uma namorada famosa. Na última hora, jura que pensou ser melhor ganhar R$ 100 mil – prêmio conquistado pelo segundo colocado Bernardo Romero, fã de Luiza Ambiel – e não os R$ 400 mil. “É muito dinheiro”, assusta-se. “Foi justo”, afirma a estudante Flávia Cavalcante, 23 anos, uma das participantes. “Chegou um momento na Casa que não existiam mais famosos e fãs. Para o público, todos eram iguais”, diz.

“Não entrei em jogo. Preferiria sair do que ganhar o prêmio desonestamente”, diz o vencedor. Mas deu um golpe de mestre. Além de enrolar para beijar Luiza, criando uma expectativa, caprichou na sensibilidade para compor um personagem. Para a Casa, levou nariz de palhaço, colete e chapeuzinho, uniforme de “clown” (um palhaço mais teatral) usado em vários momentos. A performance ele aprendeu em Belém (PA) para atuar numa peça de Ariano Suassuna.

Sérgio, aos 18 anos, sonhou com um roteiro e o batizou, junto com um amigo, de Romeu e Julieta num Faroeste Caboclo – alusão à música da banda Legião Urbana. Sem nunca ter subido no palco, vestiu-se de Julieta bandida, chefe de quadrilha e atuou ao lado do amigo, que fez Romeu e que era, na trama, filho do delegado de “Caatinga City”. A peça era dublada porque, apresentada num ginásio para 2 mil pessoas, dificilmente seria ouvida por todos. “Mas foi um sucesso e decidimos ir de vez para o teatro”, diz, com riso de palhaço, o fã que já tem assessor de imprensa e pretende trabalhar em televisão, teatro e cinema.

Comente esta matéria
Clique para vê-la ampliada
EDIÇÃO 157
ENQUETE
O senador Gerson Camata, marido de Rita Camata, candidata a vice de Serra, queixa-se que ela sumiu de casa e o filho de dois anos chora muito a sua falta. Você acha que ela deveria renunciar à candidatura?
:: VOTAR ::
 
FÓRUM
Paulo Coelho foi eleito membro da ABL por estar na lista dos mais vendidos em todo o mundo, mas a crítica sempre perseguiu o mago. E você? Lê Paulo Coelho? O que pensa a respeito? Dê sua opinião
 
 BUSCA

RESUMO DAS NOVELAS
Saiba o que vai acontecer durante a semana na sua novela preferida
JOGOS
Monte sua alma-gêmea e ganhe um papel de parede para seu computador
• Fale conosco
• Expediente
• Assinaturas
• Publicidade
| ISTOÉ | DINHEIRO | PLANETA | ISTOÉ DIGITAL | EDIÇÕES ANTERIORES | ESPECIAIS |
| ASSINE A NEWSLETTER | ASSINATURAS | EXPEDIENTE | FALE CONOSCO | PUBLICIDADE | AVISO LEGAL
© Copyright 1999/2002 Editora Três