Veja também outros sites:
Home •• Revista ••• Reportagens  
Reportagens

05/08/2002

   
 
Divulgação
A cantora Patrícia Marx com jaqueta jeans da grife Marc Jacobs de US$ 280

 

Carreira / Emanuela Carvalho
Segredos de uma garimpeira de luxo
Diretora do Núcleo de Moda e Imagem da gravadora Trama, Emanuela Carvalho viaja
até oito vezes por ano para o exterior atrás
de tendências e roupas para compor o
acervo dos artistas

Luciana Franca

 
Carol Feichas
Emanuela Carvalho cuida até das peças
íntimas dos clientes:
“Respondo por tudo que embala a vida deles”

Até 1998, Carolina Dieckmann não tinha espelho de corpo inteiro em casa. Ao escolher uma roupa, sua única preocupação era com o conforto. A vaidade e a paixão por moda foram despertadas em um reencontro da atriz com Emanuela Carvalho durante férias em Nova York. As duas se conheceram há cerca de 10 anos, quando
Emanuela fazia produção de moda para uma revista adolescente. “Como sempre fui moleque e nunca tinha ido a uma pedicure, não usava sandálias para sair à noite”, lembra Carolina. “A Manu me levou na Miu Miu e me fez comprar o meu primeiro par. Levei duas sandálias de US$ 500 e desde então raramente uso sapato fechado”, comemora.

Emanuela é a fada madrinha de uma lista de famosos que confiam sua imagem ao trabalho da personal stylist. A paixão pela profissão foi despertada em 1996, quando embarcou para quatro meses de estudo sobre produção de moda em Nova York. A temporada estendeu-se por quatro anos e ela voltou com o projeto de usar seu conhecimento na área trabalhando com a imagem de artistas. “Senti que no Brasil eles não tinham amparo profissional”, conta. A idéia foi viabilizada e atualmente ela dirige o Núcleo de Moda e Imagem da gravadora Trama. O projeto é único. Nenhuma outra gravadora tem uma equipe para acompanhar a imagem do músico durante o ano inteiro.

Emanuela é responsável por todo o visual do artista. Também cuida do cabelo, dos acessórios e até das peças íntimas usadas por cada um. “Respondo por tudo aquilo que embala a vida deles”, explica, referindo-se à capa do disco, ao clipe, ao convite do show e ao cenário. Mas quem decide cada detalhe é a própria celebridade. “O meu papel é fazer a ponte entre os desejos e as necessidades de cada um e os mercados, seja o de moda, o de artes gráficas ou o de fotografia. Mas sempre respeitando o sonho de cada músico.”

Convencidos de que jaqueta de couro e bota de bico fino nada tinham a ver com o som que faziam, os emboladores pernambucanos Caju e Castanha desistiram do figurino que usaram na capa do primeiro disco produzido pela Trama. Acataram a opinião de Emanuela e vestiram camisas coloridas de algodão para a capa do segundo CD. “O visual mudou, mas eu não impus nada, minha certeza não poderia ser maior do que a deles. Eles perceberam que não precisavam estar tão arrumados, tão distantes do seu público”, diz ela. Há dois anos na gravadora, Patrícia Marx nunca havia tido a liberdade de vestir o que quisesse. “As coisas já vinham prontas para mim. Agora é diferente”, diz. “A Manu trabalha com o brilho do olho do artista. Se ele não está bem, ela não faz”, comemora a cantora.

Próxima >

Comente esta matéria

Clique para vê-la ampliada
EDIÇÃO 157
ENQUETE
O senador Gerson Camata, marido de Rita Camata, candidata a vice de Serra, queixa-se que ela sumiu de casa e o filho de dois anos chora muito a sua falta. Você acha que ela deveria renunciar à candidatura?
:: VOTAR ::
 
FÓRUM
Paulo Coelho foi eleito membro da ABL por estar na lista dos mais vendidos em todo o mundo, mas a crítica sempre perseguiu o mago. E você? Lê Paulo Coelho? O que pensa a respeito? Dê sua opinião
 
 BUSCA

RESUMO DAS NOVELAS
Saiba o que vai acontecer durante a semana na sua novela preferida
JOGOS
Monte sua alma-gêmea e ganhe um papel de parede para seu computador
• Fale conosco
• Expediente
• Assinaturas
• Publicidade
| ISTOÉ | DINHEIRO | PLANETA | ISTOÉ DIGITAL | EDIÇÕES ANTERIORES | ESPECIAIS |
| ASSINE A NEWSLETTER | ASSINATURAS | EXPEDIENTE | FALE CONOSCO | PUBLICIDADE | AVISO LEGAL
© Copyright 1999/2002 Editora Três