Veja também outros sites:
Home •• Revista ••Diversão & Arte  
Diversão & arte - Televisão

22/04/2002

   
Divulgação
Divulgação
Gugu x Faustão: famosos para levantar o Ibope

 

 

 

 

 

Foco
Guerra dos programas
de domingo volta a esquentar

Mariane Morisawa


A guerra dos domingos voltou a ficar acirrada. Depois de um longo período em que invariavelmente o Domingo Legal, do SBT, batia o Domingão do Faustão, da Globo, semana após semana, a disputa está novamente equilibrada. A reação de Faustão deve provocar alterações no programa de Gugu, que durante meses a fio se deu bem ao apostar no jornalismo e na prestação de serviços. Agora a produção já prepara novos quadros.

A estratégia que levantou o Domingão foi encher o palco de famosos – e, sempre que possível, famosos emocionados. No último fim de semana, por exemplo, foi a vez dos big brothers. Kléber Bambam ficou aos prantos ao ver sua história contada no vídeo. O público também pôde acompanhar o teste de atriz de Vanessa. Deu certo: 28 a 24 contra um Gugu pré-gravado. No domingo anterior, 7 de abril, os dois programas foram na mesma linha. A Globo apostou nas estrelas Sandy & Junior. E o SBT não fez por menos: encheu a casa de sertanejos e seus filhos, convidando Zezé di Camargo e Luciano, Wanessa Camargo, Leonardo, Pedro e Tiago. Deu Domingo Legal, por 29 a 24. Já no dia 31, foi a vez de Faustão bater por cinco pontos (25 a 20). A derrota teria feito com que Silvio Santos desse uma bronca na equipe do Domingo Legal.

Mas os resultados já não eram tão bons para Gugu havia algum tempo. Na segunda metade de março, os dois programas empataram no Ibope. Nas duas emissoras, impera o silêncio. Procuradas pela reportagem, nenhuma das direções quis comentar os resultados. Agora resta aguardar a próxima batalha dessa guerra. Uma coisa é certa: novas armas vêm aí.

 

Clique para vê-la ampliada
EDIÇÃO 142
 
ENQUETE
Você acha que Ronaldinho pode salvar a Seleção na Copa?
:: VOTAR ::
 
FÓRUM 1
Ao assumir que tem bulimia em cadeia nacional, Leka levantou a discussão sobre os distúrbios alimentares. Você acha que esta atitude ajuda a combater a doença ou estimula a obsessão por um corpo magro? Dê sua opinião
 
 BUSCA

LEIA TAMBÉM
 

"Aqui não há recompensas"
: Lygia Fagundes Tellles diz que fez palestras para ganhar dinheiro

Oráculo Celta
Conheça a Voz da Floresta

O apetite de Bolla
O garçom que virou dono de restaurantes sofisticados

Dino cão-de-guarda e o repórter-robô
Nova geração
de seres metálicos promete aposentar seguranças e correspondentes
de guerra

• Fale conosco
• Expediente
• Assinaturas
• Publicidade
| ISTOÉ | DINHEIRO | PLANETA | ISTOÉ DIGITAL | EDIÇÕES ANTERIORES | ESPECIAIS |
| ASSINE A NEWSLETTER | ASSINATURAS | EXPEDIENTE | FALE CONOSCO | PUBLICIDADE | AVISO LEGAL
© Copyright 1999/2002 Editora Três