Veja também outros sites:
Home •• Revista ••Diversão & Arte  
Diversão & arte - Música

22/04/2002

   
Divulgação
Groove Armada: destaque do Skol Beats
 
Divulgação
The Charlatans: atração do Abril Pro Rock

 

 

 

 

 

Foco
Festivais agitam Recife e São Paulo

Mariane Morisawa

 

Rock e música eletrônica dão o tom de dois festivais importantes de música que acontecem em Recife e São Paulo no final do mês. O Abril Pro Rock chega a sua décima edição, de 19 a 21 de abril e 4 de maio em Recife e de 22 a 27 de abril em São Paulo, com muitos nomes novos, outros nem tanto e atrações internacionais. Os destaques são os ingleses do The Charlatans, o americano Stephen Malkmus, ex-Pavement, e The Mission, mas há espaço para grupos como Rodox, Pato Fu e Los Hermanos. Como sempre, o Abril Pro Rock também promove a participação de bandas locais, como Decomposed God, Os Cachorros, Textículos de Mary e Chá de Zabumba. Em São Paulo, o festival tem versão reduzida, com dois shows de Malkmus (24 e 25 de abril no Sesc Pompéia) e um dos Charlatans (dia 22 no Olympia), além de outras atrações. O site www.abrilprorock.com.br tem informações sobre o festival.

Já 20 de abril é dia de música eletrônica em São Paulo, quando acontece a terceira edição do Skol Beats, no Autódromo de Interlagos, com expectativa de público de 40 mil pessoas. Não vai ser por falta de atração: são 31 nacionais e 23 internacionais de house, trance, tecno e drum’n’bass em quatro tendas e um palco. Por eles passarão desde os tupiniquins DJ Marky, Anderson Noise, Renato Cohen, Mau Mau e Felipe Venâncio até os estrangeiros Deep Dish, Groove Armada, Kosheen e Goldie, entre vários outros. Prepare o fôlego, porque a festa está marcada para começar às 16h e programada para ir até de manhã. Para descansar, há uma área de chill out, com DJ que toca das 0h até as 8h. Mais informações pelo site www.skol.com.br.

 

Clique para vê-la ampliada
EDIÇÃO 142
 
ENQUETE
Você acha que Ronaldinho pode salvar a Seleção na Copa?
:: VOTAR ::
 
FÓRUM 1
Ao assumir que tem bulimia em cadeia nacional, Leka levantou a discussão sobre os distúrbios alimentares. Você acha que esta atitude ajuda a combater a doença ou estimula a obsessão por um corpo magro? Dê sua opinião
 
 BUSCA

LEIA TAMBÉM
 

"Aqui não há recompensas"
: Lygia Fagundes Tellles diz que fez palestras para ganhar dinheiro

Oráculo Celta
Conheça a Voz da Floresta

O apetite de Bolla
O garçom que virou dono de restaurantes sofisticados

Dino cão-de-guarda e o repórter-robô
Nova geração
de seres metálicos promete aposentar seguranças e correspondentes
de guerra

• Fale conosco
• Expediente
• Assinaturas
• Publicidade
| ISTOÉ | DINHEIRO | PLANETA | ISTOÉ DIGITAL | EDIÇÕES ANTERIORES | ESPECIAIS |
| ASSINE A NEWSLETTER | ASSINATURAS | EXPEDIENTE | FALE CONOSCO | PUBLICIDADE | AVISO LEGAL
© Copyright 1999/2002 Editora Três