Veja também outros sites:
Home •• Revista ••Diversão & Arte  
Diversão & arte - Cinema

22/04/2002

   
Divulgação

Sonhos Tropicais: filme inédito compete na categoria longa-metragem de ficção

 

 

 

 

 

Foco
Doze longas disputam Festival de Recife

Mariane Morisawa

 

A capital pernambucana se torna centro das atenções do cinema nacional de 22 a 28 de abril, quando realiza a sexta edição do Festival de Recife. O Cine-Teatro Guararapes espera receber 2.600 pessoas por noite do evento, aberto ao público. Além dos 12 longas e 30 curtas nas competições principais, haverá seminários e exibições ao ar livre.

Entre os longas, serão seis filmes na categoria documentário e seis na categoria ficção disputando o troféu Passista. Os curtas estão divididos nas categorias documentário, ficção e animação.

O dramaturgo Ariano Suassuna, autor de Auto da Compadecida e Farsa da Boa Preguiça, entre outras obras, será o grande homenageado, recebendo o Mérito Cultural. Ele encerra o festival com uma aula-espetáculo. Os atores Antonio Fagundes e Oton Bastos levam o Mérito Artístico por sua contribuição ao desenvolvimento da arte audiovisual. Está programada uma mostra com seus principais filmes.

Filmes concorrentes

Categoria documentário
A Cobra Fumou (Vinícius Reis)
Juazeiro – A Nova Jerusalém (Rosemberg Cariry)
Timor Lorosae – O Massacre Que o Mundo Não Viu
(Lucélia Santos)
O Fim do Sem Fim (Beto Magalhães, Lucas Bambozzi
e Cao Guimarães)
Viva São João (Andrucha Waddington)
Onde a Terra Acaba (Sérgio Machado)

Categoria ficção
As Três Marias (Aluízio Abranches)
Histórias do Olhar (Isa Albuquerque)
Três Histórias da Bahia (Edyala Iglesias, José Araripe Jr. e Sérgio Machado)
Netto Perde Sua Alma (Beto de Souza e Tabajara Ruas)
O Invasor (Beto Brant)
Sonhos Tropicais (André Sturm)

 

Clique para vê-la ampliada
EDIÇÃO 142
 
ENQUETE
Você acha que Ronaldinho pode salvar a Seleção na Copa?
:: VOTAR ::
 
FÓRUM 1
Ao assumir que tem bulimia em cadeia nacional, Leka levantou a discussão sobre os distúrbios alimentares. Você acha que esta atitude ajuda a combater a doença ou estimula a obsessão por um corpo magro? Dê sua opinião
 
 BUSCA

LEIA TAMBÉM
 

"Aqui não há recompensas"
: Lygia Fagundes Tellles diz que fez palestras para ganhar dinheiro

Oráculo Celta
Conheça a Voz da Floresta

O apetite de Bolla
O garçom que virou dono de restaurantes sofisticados

Dino cão-de-guarda e o repórter-robô
Nova geração
de seres metálicos promete aposentar seguranças e correspondentes
de guerra

• Fale conosco
• Expediente
• Assinaturas
• Publicidade
| ISTOÉ | DINHEIRO | PLANETA | ISTOÉ DIGITAL | EDIÇÕES ANTERIORES | ESPECIAIS |
| ASSINE A NEWSLETTER | ASSINATURAS | EXPEDIENTE | FALE CONOSCO | PUBLICIDADE | AVISO LEGAL
© Copyright 1999/2002 Editora Três