Clique para ver a capa ampliada
EDIÇÃO 132
 CAPA
 ÍNDICE
 Exclusivo Online
 BATE PAPO
 GALERIA DE FOTOS
 JOGOS E TESTES
 MULTIMÍDIA
 QUIZ
 SEÇÕES
 ACONTECEU
 BASTIDORES
 CELEBRIDADE
 DIVERSÃO & ARTE
 ENTREVISTA
 ESTILO
 EXCLUSIVAS
 IMAGENS DA SEMANA
 INTERNET
 MODA
 MUNDO
 QUEM SOU EU?
 REPORTAGENS
 URGENTE
 SERVIÇOS
 ASSINATURAS
 ASSINE NEWSLETTER
 EDIÇÕES ANTERIORES
 ESPECIAIS
 EXPEDIENTE
 FALE CONOSCO
 PUBLICIDADE
 BUSCA

 

 

 

11/02/2002

por Mariana Kalil

Monique Evans
Monique Evans, em 1986: primeira mulher a glamourizar o posto de madrinha da bateria, ela é até hoje a preferida dos integrantes da Mocidade Independente de Padre Miguel. Depois de cinco anos longe da avenida, voltará como destaque do segundo carro da Grande Rio

Beto Tchernobilsky/Sérgio Moraes

Quando a Mocidade Independente de Padre Miguel atravessar a Marquês de Sapucaí neste Carnaval, os integrantes da bateria da escola espicharão o olhar para os camarotes à procura de uma convidada muito especial. Tão logo avistem Monique Evans, baixarão a cabeça em sinal de reverência. Com a mão em riste, a modelo acenará para os músicos. Os olhos se encherão de lágrimas. Tem sido assim há mais de 10 anos, desde que Monique deixou o posto em frente à bateria. Primeira mulher a glamourizar a posição de madrinha, ela também vestiu as cores da Estácio de Sá antes de se aposentar da avenida, em 1997, para se tornar evangélica da Igreja Sara Nossa Terra. Garante, porém, que a distância dos trajes sumários da maior festa brasileira não tem ligação com a religião. “Ser madrinha, hoje em dia, tornou-se uma competição para ver quem é a mais bonita, a mais malhada”, reclama. “Não tenho essa vaidade dentro de mim.” A afirmação é pertinente. Depois de cinco anos longe da avenida, ela aceitou o convite de Jair Soares, presidente da Grande Rio, para ser destaque do segundo carro alegórico da escola. O retorno de Monique Evans à passarela do samba foi festejado pelo carnavalesco Joãosinho Trinta. É ele o idealizador do minipalco sobre o carro alegórico onde ela desfilará. O figurino excluiu o tradicional topless do passado. Aos 45 anos, Monique sairá de biquíni, sim. Mas com sutiã e minissaia por cima da calcinha, avisa. “Não sou só um corpinho, nem quero aparecer.”




Búzios
Quiromancia
Horóscopo chinês
Altar Virtual
Cartomancia
Novo Tarô
Biscoito da sorte
Realejo
Bola 8
Par perfeito
I-Ching
Runas
Vidente
Numerologia
Horóscopo
 
ENQUETE 1
Quem é a rainha do Carnaval?
:: VOTAR ::
 
ENQUETE 2
Você acha que os participantes do Big Brother Brasil são clones dos integrantes da Casa dos Artistas?
:: VOTAR ::
 
 
FÓRUM
O que você achou do desempenho da polícia na solução do seqüestro de Washington Olivetto?
 
CHAT
Nome (até 20 caracteres):
Escolha uma sala

 
 
         

| ISTOÉ | DINHEIRO | PLANETA | ISTOÉ DIGITAL |
EDIÇÕES ANTERIORES | ESPECIAIS |
| ASSINE A NEWSLETTER | ASSINATURAS | EXPEDIENTE | FALE CONOSCO | PUBLICIDADE | AVISO LEGAL
© Copyright 1999/2002 Editora Três