Clique para ver a capa ampliada
EDIÇÃO 131
 CAPA
 ÍNDICE
 Exclusivo Online
 BATE PAPO
 GALERIA DE FOTOS
 JOGOS E TESTES
 MULTIMÍDIA
 QUIZ
 SEÇÕES
 ACONTECEU
 BASTIDORES
 CELEBRIDADE
 DIVERSÃO & ARTE
 ENTREVISTA
 ESTILO
 EXCLUSIVAS
 IMAGENS DA SEMANA
 INTERNET
 MODA
 MUNDO
 QUEM SOU EU?
 REPORTAGENS
 URGENTE
 SERVIÇOS
 ASSINATURAS
 ASSINE NEWSLETTER
 EDIÇÕES ANTERIORES
 ESPECIAIS
 EXPEDIENTE
 FALE CONOSCO
 PUBLICIDADE
 BUSCA

 

 

FICÇÃO CIENTÍFICA

04/02/2002

Fantasmas de Marte
O cineasta John Carpenter dirige faroeste futurista com mensagem anticolonialista

 Veja o trailer do filme Fantasmas de Marte
[28Kbps] [56Kbps] [Banda larga]
Todos os direitos reservados
É necessário ter instalado os plug-ins
Windows Media Player
Alessandro Giannini
Divulgação

Fantasmas de Marte: mistura de bangue-bangue e ficção científica com produção trash e visão humanista

John Carpenter fez fama como diretor de filmes de terror e ficção científica. A maior parte de seus trabalhos converteu-se em objeto de culto, casos de Halloween – A Noite do Terror (1978) e Fuga de Nova York (1981), entre outros. Coerente com sua obra, sempre manteve-se fiel aos métodos artesanais e princípios libertários. Ainda que não esteja entre os seus melhores momentos, principalmente por causa do péssimo elenco encabeçado por Natasha Henstridge e o rapper Ice Cube, Fantasmas de Marte não foge à regra.

O ano é 2176. Marte foi colonizado pelos terráqueos, que criaram ali uma sociedade comandada pelas mulheres. Mas não abandonaram alguns vícios, como construir cidades superpopulosas, esgotar os recursos naturais e criar presídios para onde os bandidos são banidos. Qualquer semelhança com a conquista do Oeste não terá sido mera semelhança.

Natasha interpreta a tenente Ballard, resgatada de um trem onde foi encontrada só e algemada. Contada em flashback, a história de como foi parar ali constitui boa parte da ação. Ela participava de uma força-tarefa enviada para resgatar James “Desolação” Williams (Cube), acusado de matar e degolar seis pessoas em uma mina. No local, descobrem uma cidade povoada por uma legião de zumbis barulhentos e violentos. Uma cientista revela o segredo: na mineração, foram libertados espíritos de uma civilização marciana que pretendem livrar o planeta dos invasores tomando-lhes os corpos.

A história é uma bobagem só, mas Carpenter dá um jeito de mostrar seu lado humanista. Até que não é pouco numa indústria que prima pelos personagens irreais. Mesmo sendo um filme menor do diretor, deve render diversão aos fãs. Bangue-bangue à marciana





Quiromancia
Altar Virtual
Cartomancia
Novo Tarô
Biscoito da sorte
Realejo
Bola 8
Par perfeito
I-Ching
Runas
Vidente
Numerologia
Horóscopo
 
ENQUETE
Você acha que o banqueiro Marcos de Magalhães Pinto, do Banco Nacional, tem direito de recorrer da sentença em liberdade, como determinou o presidente do STF Marco Aurélio Mello?
:: VOTAR ::
 
FÓRUM
O que você achou da atitude da atriz Patrícia Pillar de assumir publicamente a luta contra um câncer de mama como forma de alertar outras mulheres para a necessidade de exames regulares?
 
CHAT
Nome (até 20 caracteres):
Escolha uma sala

| ISTOÉ | DINHEIRO | PLANETA | ISTOÉ DIGITAL |
EDIÇÕES ANTERIORES | ESPECIAIS |
| ASSINE A NEWSLETTER | ASSINATURAS | EXPEDIENTE | FALE CONOSCO | PUBLICIDADE | AVISO LEGAL
© Copyright 1999/2002 Editora Três