Clique para ver a capa ampliada
EDIÇÃO 130
 CAPA
 ÍNDICE
 Exclusivo Online
 BATE PAPO
 GALERIA DE FOTOS
 JOGOS E TESTES
 MULTIMÍDIA
 QUIZ
 SEÇÕES
 ACONTECEU
 BASTIDORES
 CELEBRIDADE
 DIVERSÃO & ARTE
 ENTREVISTA
 ESTILO
 EXCLUSIVAS
 IMAGENS DA SEMANA
 INTERNET
 MODA
 MUNDO
 QUEM SOU EU?
 REPORTAGENS
 URGENTE
 SERVIÇOS
 ASSINATURAS
 ASSINE NEWSLETTER
 EDIÇÕES ANTERIORES
 ESPECIAIS
 EXPEDIENTE
 FALE CONOSCO
 PUBLICIDADE
 BUSCA

 

 

28/01/2002

EXCLUSIVO

NANCY RIBEIRO
“Altair tem 16 filhos extraconjugais. Por que não pega um desses pra criar?”

Luís Edmundo Araújo

Kiko Cabral
Cássia Eller com a mãe Nancy

Nancy Ribeiro, mãe de Cássia Eller, rompe silêncio e pela primeira vez fala da morte da filha e da decisão de seu ex-marido de pedir a guarda do neto. Ela tem 59 anos, mora em Belo Horizonte, é gerente administrativa de uma clínica e ainda não voltou ao trabalho desde que Cássia morreu. Está separada de Altair Eller há 17 anos.

Com quem seu neto deve ficar?
Com a Eugênia, claro. Ele saiu do ventre da Cássia e foi para os braços da Eugênia. Eram duas mães. A Cássia ainda fazia mais o papel de pai, viajava muito. As questões do dia-a-dia da criança, de levar na escola, etc., ficavam por conta da Eugênia. Ela sempre foi a mãe na prática, só não amamentava.

Em algum momento a senhora pensou em pedir a guarda do Chicão?
Não. Me lembro que no aniversário de dois anos dele cheguei a conversar com a Cássia sobre isso. Disse que se alguma coisa acontecesse com ela, nunca teria coragem de tirar o Chicão da Eugênia. Ela se surpreendeu porque sabia que eu sempre fui superprotetora. Mas passei a pensar com a razão. Se fosse pelo coração já estaria com meu neto, mas pela razão o melhor é ele ficar com a Eugênia.

A Eugênia usa drogas?
Não. Se ela é usuária de drogas, eu também sou e toda a minha família. Conheço a Eugênia e a família dela há anos e afirmo isso com certeza absoluta.

Cássia consumia drogas na frente do Chicão?
Isso é outro absurdo. A Cássia protegia aquela criança ao máximo. Nunca iria fazer uma coisa dessas. Eu e as irmãs dela estávamos sempre indo ao Rio visitá-la e nunca vimos nada disso.

Acredita que o pai da Cássia esteja nessa briga por dinheiro?
Prefiro não falar porque sou a ex e qualquer coisa que disser poderão levar para o lado pessoal. Mas basta que alguém faça um levantamento da vida pregressa dele pra saber quem ele é. Fui casada 23 anos e cansei de sair de madrugada de um apartamento porque o aluguel estava atrasado. Ele tem 16 filhos extraconjugais. Por que não pega um desses pra criar? Ele só ligava pra Cássia pra pedir dinheiro. Fazia chantagem emocional dizendo que estava sendo pressionado por agiotas, essas coisas.

Quem deve administrar os bens de Cássia?
A Eugênia, claro. Elas eram um casal. O único bem da minha filha é o apartamento onde ela morava, e a Eugênia já falou que o imóvel é do Chicão. Ela não quer nada. Ela é uma criatura pura, doce. É como se fosse uma filha pra mim.

Como está o Chicão nesses dias?
Ele está em pânico com a possibilidade de perder a Eugênia. Chora muito. Mistura a saudade da mãe com esse temor, e isso não é fácil para uma criança de oito anos. Quando eu e Eugênia fomos ao cartório em Brasília, para que eu fizesse a procuração em favor dela, ele quis saber onde estávamos indo. A Eugênia explicou a situação e disse que o avô estava querendo ficar com ele. Ele ficou apavorado e dizia: “Não, com meu avô não”.

Acredita que Cássia morreu de overdose?
Todo mundo sabe que não foi overdose. Ela chegou andando na clínica, ainda correu, discutiu com o médico, antes tinha ido à praia. A causa eu não sei. Estou esperando o laudo porque é prematuro dizer qualquer coisa agora. Só sei que não foi overdose.

A saúde da Cássia preocupava a senhora?
Ela teve febre reumática com 4 anos. Tomou Bezetacil durante 22 anos. Mãe é sempre preocupada e eu sou ainda mais.

Esperava que pudesse acontecer algo de grave com ela?
Não. Ela tinha 39 anos. Como podia pensar no pior? Ela amava a vida, o filho. Não ia fazer besteira pra perder tudo isso. Minha maior mágoa é não ter podido velar minha filha em paz. Só queria que as pessoas conhecessem a minha Cassinha, não a estrela. Aquela menina que sempre acordava sorrindo, nunca brigava, de coração aberto.

Como a senhora está se sentindo?
Posso dizer que 80% da minha vida estão no (cemitério) Jardim da Saudade. Seria assim com qualquer filho. É um pedaço de mim que ficou lá. Não estou falando da estrela que morreu. Estou falando da minha filha.

Leia mais:
• JUSTIÇA
O incerto futuro de Chicão
Mãe de Cássia Eller defende Eugênia Martins e critica
o ex-marido que quer a tutela do neto alegando que
Chicão testemunha uso de drogas em casa
 
Galeria de Fotos - Cássia Eller em imagens

Comente esta matéria
 



Quiromancia
Altar Virtual
Cartomancia
Novo Tarô
Biscoito da sorte
Realejo
Bola 8
Par perfeito
I-Ching
Runas
Vidente
Numerologia
Horóscopo
 
ENQUETE
A mãe de Cássia Eller discorda do ex-marido e defende que Chicão fique com Eugênia. Você concorda?
:: VOTAR ::
 
FÓRUM
O que você pensa dos atos de violência contra políticos do PT?
 
CHAT
Nome (até 20 caracteres):
Escolha uma sala
 
 

| ISTOÉ | DINHEIRO | PLANETA | ISTOÉ DIGITAL |
EDIÇÕES ANTERIORES | ESPECIAIS |
| ASSINE A NEWSLETTER | ASSINATURAS | EXPEDIENTE | FALE CONOSCO | PUBLICIDADE | AVISO LEGAL
© Copyright 1999/2002 Editora Três