Clique para ver a capa ampliada
EDIÇÃO 130
 CAPA
 ÍNDICE
 Exclusivo Online
 BATE PAPO
 GALERIA DE FOTOS
 JOGOS E TESTES
 MULTIMÍDIA
 QUIZ
 SEÇÕES
 ACONTECEU
 BASTIDORES
 CELEBRIDADE
 DIVERSÃO & ARTE
 ENTREVISTA
 ESTILO
 EXCLUSIVAS
 IMAGENS DA SEMANA
 INTERNET
 MODA
 MUNDO
 QUEM SOU EU?
 REPORTAGENS
 URGENTE
 SERVIÇOS
 ASSINATURAS
 ASSINE NEWSLETTER
 EDIÇÕES ANTERIORES
 ESPECIAIS
 EXPEDIENTE
 FALE CONOSCO
 PUBLICIDADE
 BUSCA

 

 

28/01/2002

JUSTIÇA

O incerto futuro de Chicão
Nancy Ribeiro, mãe de Cássia Eller, rompe silêncio e defende Eugênia Martins no momento em que seu ex-marido reivindica tutela do neto sob o argumento de que Chicão testemunha consumo de drogas em casa

Juliana Lopes e Luís Edmundo Araújo

Adriano Machado/O Dia

A histórica decisão judicial que deu a guarda provisória de Chicão, filho de Cássia Eller, a Maria Eugênia Vieira Martins, companheira da cantora por 14 anos, pode sofrer uma reviravolta. Na quarta-feira 23, o pai de Cássia, Altair Eller vai requerer oficialmente a tutela do neto. É o início de uma batalha na Justiça que promete ser das mais polêmicas e pode selar definitivamente a cisão da família Eller. A mãe e os irmãos de Cássia defendem que o menino seja criado por Eugênia. Depois de dizer que brigaria pela guarda de Chicão, voltar atrás e reconsiderar novamente sua decisão, Altair Eller contratou o advogado Ricardo Leitão, que tentará impugnar a liminar favorável a Eugênia no Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro. A liminar foi concedida pelo juiz Leonardo Castro Gomes da 1ª Vara da Infância e Juventude, na terça-feira 8 de janeiro.

Alessandra Piedras
Com o advogado, Ricardo Leitão, após depoimento à polícia na sexta-feira 18. Altair Eller disse que na casa de Cássia havia consumo de maconha e droga injetável

O argumento central de Altair é que há consumo de entorpecentes na casa de Cássia e Eugênia, inclusive na frente de Chicão, de 8 anos. Esta foi a tônica do depoimento do pai da cantora à polícia carioca, prestado na quinta-feira 17 durante quase três horas. Altair teria presenciado essas cenas no período de quase dois meses que passou na casa da filha ano passado. “Estamos nesta luta buscando um ponto em comum e vamos ver se conseguimos chegar a um acordo”, declarou Altair a Gente, após o depoimento. “O senhor Altair disse ao delegado que havia consumo de drogas na frente de Chicão. Uma delas era maconha e a segunda, injetável, ele não conseguiu identificar. Mas viu que as seringas ficavam jogadas no chão”, diz Ricardo Leitão, dono de um elegante escritório em Higienópolis, bairro classe média alta de São Paulo. Filho de pastor, ex-professor de Direito da Universidade Mackenzie, onde lecionou durante oito anos, notório avesso às drogas, cigarro e bebida, ele cultiva boas relações com integrantes da Tradição Família e Propriedade (TFP), organização que defende valores conservadores.

próxima >>

Leia mais:
EXCLUSIVO
NANCY RIBEIRO
“Altair tem 16 filhos extraconjugais.
Por que não pega um desses pra criar?”
 
Galeria de Fotos - Cássia Eller em imagens

Comente esta matéria
 



Quiromancia
Altar Virtual
Cartomancia
Novo Tarô
Biscoito da sorte
Realejo
Bola 8
Par perfeito
I-Ching
Runas
Vidente
Numerologia
Horóscopo
 
ENQUETE
A mãe de Cássia Eller discorda do ex-marido e defende que Chicão fique com Eugênia. Você concorda?
:: VOTAR ::
 
FÓRUM
O que você pensa dos atos de violência contra políticos do PT?
 
CHAT
Nome (até 20 caracteres):
Escolha uma sala
 
 

| ISTOÉ | DINHEIRO | PLANETA | ISTOÉ DIGITAL |
EDIÇÕES ANTERIORES | ESPECIAIS |
| ASSINE A NEWSLETTER | ASSINATURAS | EXPEDIENTE | FALE CONOSCO | PUBLICIDADE | AVISO LEGAL
© Copyright 1999/2002 Editora Três