Clique para ver a capa ampliada
EDIÇÃO 128
 CAPA
 ÍNDICE
 Exclusivo Online
 BATE PAPO
 GALERIA DE FOTOS
 JOGOS E TESTES
 MULTIMÍDIA
 QUIZ
 SEÇÕES
 ACONTECEU
 BASTIDORES
 CELEBRIDADE
 DIVERSÃO & ARTE
 ENTREVISTA
 EXCLUSIVAS
 IMAGENS DA SEMANA
 INTERNET
 MUNDO
 QUEM SOU EU?
 REPORTAGENS
 URGENTE
 SERVIÇOS
 ASSINATURAS
 ASSINE NEWSLETTER
 EDIÇÕES ANTERIORES
 ESPECIAIS
 EXPEDIENTE
 FALE CONOSCO
 PUBLICIDADE
 BUSCA

 

 

14/01/2002

FAMÍLIA

“Mãe, você não é mulher”
Cunhado de Eugênia deu a notícia da morte de Cássia a Chicão, que cresceu com duas mães e aprendeu cedo que sua família era diferente

Fotos exclusivas de Cássia Eller e do filho
Clique nas
fotos para ampliá-las

Juliana Lopes

O escolhido para dar a dura notícia a Chicão foi o cunhado de Eugênia, César Ungarelli. Estavam todos em Brasília, na casa da irmã de Eugênia, Ana Florência, com quem César mora. Ele chamou Francisco Ribeiro Eller, 8 anos, num canto. “Quando eu era pequeno, minha mãe foi internada no hospital para melhorar. Mas foi piorando, piorando, e morreu”, disse César, que é muito ligado ao garoto. “Quantos anos você tinha?”, perguntou. “Doze”, respondeu César. “Eu tenho quatro anos a menos. Minha mãe morreu?”, compreendeu o menino. Após a afirmativa, Chicão chorou muito, abraçado a Luisinho, 15 anos, filho de César, seu primo postiço predileto. É com ele que Chicão tem ficado nos últimos dias em Brasília, desde a morte de Cássia.

“Essa imagem é velha, né? Só pode ser porque minha
mãe morreu’’’
Chicão ao ver Cássia Eller na tevê

Marco Terranova/AJB
Cássia amamenta Chicão
em 1996.

Não é toda hora que se percebe a angústia nos olhos de Chicão. “Ele não toca no assunto”, surpreende-se sua prima Priscila Eller, 18. No sábado, dia da missa de 7º dia de Cássia, pedia para “parar de chorar e parar de fazer missa”, completa Priscila. Às vezes, ele fala da mãe de forma tão natural que quem está ao lado engole seco. “Não muda de canal que eu quero ver minha mãe!”, pediu à avó Nancy, que tentou evitar o programa de tevê em que imagens de Cássia Eller eram exibidas. “Essa imagem é velha, né? Só pode ser porque minha mãe morreu”, disse. Também lembrou da mãe ao ver os filhotes do cachorro de Luisinho. Vai levar um deles para cuidar no Rio de Janeiro. Quando Fábio Menegresso, seu padrinho, disse que o cão tinha de mamar para não ficar fraco, ouviu: “Fica fraco e morre? Que nem minha mãe?”, perguntou Chicão.

Fora os momentos confusos e tristes que está vivendo, a vida de Chicão sempre foi das mais felizes. Paparicado pelos amigos descolados de Cássia e Eugênia, com um ano de idade viajava de Fiat 147-C para o meio do mato em Ilhabela, litoral de São Paulo, e dormia ao som de Cor de Rosa e Carvão, de Marisa Monte. O apelido de Chicão foi dado pelos parentes por ter sido um bebê enorme. E é assim que gosta de ser chamado, não de Francisco nem de Chiquinho. Quando nasceu, Chicão tornou a vida de Cássia mais regrada. A casa no Rio de Janeiro onde a cantora morava com Eugênia, ganhou utensílios domésticos. Ao invés dos colchões espalhados pelo chão, camas, sofá, geladeira nova. E uma planilha de horários: da escola, do almoço e da natação do filho de Cássia e Eugênia, a mãinha, que costuma acompanhá-lo às festas de aniversário dos amiguinhos, aos jogos futebol e lê para ele livros da série Harry Potter. Não conheceu seu pai, mas veio ao mundo com duas mães. Gritava “mãe!” e ouvia: “Qual das duas?”

próxima >>

Leia mais

Uma decisão inédita
Amiga suspeitou de cocaína

Comente esta matéria
 



Altar Virtual
Cartomancia
Novo Tarô
Biscoito da sorte
Realejo
Bola 8
Par perfeito
I-Ching
Runas
Vidente
Numerologia
Horóscopo
 
ENQUETE 1
Quem foi o mais bem vestido de 2001?
:: VOTAR ::
 
ENQUETE 2
Quem foi o mais mal vestido de 2001?
:: VOTAR ::
 
FÓRUM
Em decisão inédita a Justiça brasileira deu a guarda provisória do filho de Cássia Eller, Chicão, para sua companheira Eugênia. O que você acha disso?
 
CHAT
Nome (até 20 caracteres):
Escolha uma sala
 
 

| ISTOÉ | DINHEIRO | PLANETA | ISTOÉ DIGITAL |
EDIÇÕES ANTERIORES | ESPECIAIS |
| ASSINE A NEWSLETTER | ASSINATURAS | EXPEDIENTE | FALE CONOSCO | PUBLICIDADE | AVISO LEGAL
© Copyright 1999/2002 Editora Três