Clique para ver a capa ampliada
EDIÇÃO 116
 CAPA
 ÍNDICE
 Exclusivo Online
 BATE PAPO
 GALERIA DE FOTOS
 JOGOS E TESTES
 MULTIMÍDIA
 QUIZ
 SEÇÕES
 ACONTECEU
 BASTIDORES
 CELEBRIDADE
 DIVERSÃO & ARTE
 ENTREVISTA
 ESTILO
 EXCLUSIVAS
 IMAGENS DA SEMANA
 INTERNET
 MODA
 MUNDO
 QUEM SOU EU?
 REPORTAGENS
 URGENTE
 SERVIÇOS
 ASSINATURAS
 ASSINE NEWSLETTER
 EDIÇÕES ANTERIORES
 ESPECIAIS
 EXPEDIENTE
 FALE CONOSCO
 PUBLICIDADE
 BUSCA

 

 

22/10/2001

REVELAÇÃO

DADO DOLABELLA
Galã Afinado
Ator de 21 anos é o campeão de cartas da Globo, reata namoro com Wanessa Camargo e ataca como guitarrista de banda de rock nas horas vagas

Luís Edmundo Araújo

André Durão
Ator de 21 anos é o campeão de cartas da Globo, reata namoro com Wanessa Camargo e ataca como guitarrista de banda de rock nas horas vagas

O ator Dado Dolabella, 21 anos, não vai mais a lugares muito movimentados no Rio de Janeiro, cidade onde mora. A decisão foi tomada há um mês, quando tentou ir ao cinema num shopping da Barra da Tijuca, na zona oeste, com alguns amigos. Antes que pudesse se dar conta, Dado estava rodeado por uma multidão de meninas, enquanto os amigos do ator pediam auxílio aos seguranças do local para pôr fim ao minitumulto. “Tive que ficar duas horas dentro de um restaurante até a situação se acalmar. Me perdi dos meus amigos e não vi filme nenhum”, lembra Dado, que, em seis meses no ar como o Robson de Malhação, desbancou todos os galãs da Globo e passou a ser o campeão de cartas da emissora.

Filho dos atores Carlos Eduardo Dolabella e Pepita Rodrigues, Dado se esforça para responder algumas das cerca de 400 cartas que recebe toda semana – soma igual à recebida pelo elenco inteiro de Malhação. A maioria das correspondências, claro, traz alguma proposta ao ator. “Teve uma cena da novela em que o Robson leva uma fita pornô para assistir junto de uma garota. O personagem não conseguiu convencê-la, mas choveram cartas de meninas querendo ver a fita comigo”, diverte-se.

Sérgio Cabral
Ao lado da namorada Wanessa Camargo: “Demos um tempo, mas senti saudade”

Dado, porém, não sucumbe aos convites. Depois de “um tempo” de duas semanas, o ator e a cantora Wanessa Camargo, filha do sertanejo Zezé Di Camargo, reataram o namoro no final do mês passado. “A gente só se via uma vez por mês. Resolvemos dar um tempo, mas senti muita saudade”, explica ele. Dado sabe que o assédio que vem sofrendo pode ser momentâneo. “Me lembro de, com cinco anos, ficar com ciúmes dos fãs que falavam com meus pais”, conta. “Mas depois tudo acabou quando eles ficaram fora do ar. Se acontecer comigo, saberei lidar com isso também.”

O sucesso com as mulheres não vem de hoje. Ainda quando cursava o primeiro grau, Dado foi flagrado na biblioteca do Colégio Gymk, onde estudava, declamando para uma menina. “A pedagoga me disse que ia rasgar o diploma, porque não resistia ao charme dele e não conseguia lhe dar bronca”, lembra a mãe Pepita Rodrigues. Dado iniciou carreira como modelo, assim que concluiu o ensino médio. “Minha mãe parou de me dar mesada quando fiz 18 anos e tive de correr atrás”, explica. Em abril passado, quando ainda cursava uma escola de teatro no Rio, veio o convite para Malhação. Antes de ser chamado pela Globo, porém, o ator já tinha feito três testes na emissora – para Malhação, para a novela Vila Madalena e para a minissérie Aquarela do Brasil.

Como acontece com a maioria dos galãs teen, Dado se desdobra para marcar presença em eventos pelo Brasil afora e atender aos convites para bailes de debutantes. Em algumas ocasiões, lança mão do violão e revela sua faceta musical. Nas horas vagas, Dado ataca como guitarrista e vocalista da banda cover de rock Dolabella e Orprimo, junto com três amigos. “Sou um ator que acha que canta”, diverte-se. Para agüentar tanta atividade, Dado mantém a forma indo três vezes por semana a uma academia de ginástica. Também corre na praia do Leblon, e se exercita na areia acompanhado de um personal trainer. Detalhe: sempre depois das 23h. “É quando encontro tempo”, diz. E, provavelmente, quando consegue escapar das fãs de plantão.

 

Comente esta matéria
 



Cartomancia
Novo Tarô
Biscoito da sorte
Realejo
Bola 8
Par perfeito
I-Ching
Runas
Vidente
Numerologia
Horóscopo
 
ENQUETE
Você acha que a programação da rede Bandeirantes está ficando muito "popularesca"?
:: VOTAR ::
 
FÓRUM
O geneticista Roque Monteleoni, especialista em assuntos nucleares do governo brasileiro, afirma que não há guerra bacteriológica e que a maior preocupação dos governos deve ser conter o pânico. Você concorda? Dê sua opinião.
 
CHAT
Nome (até 20 caracteres):
Escolha uma sala
 
 

| ISTOÉ | DINHEIRO | PLANETA | ISTOÉ DIGITAL |
EDIÇÕES ANTERIORES | ESPECIAIS |
| ASSINE A NEWSLETTER | ASSINATURAS | EXPEDIENTE | FALE CONOSCO | PUBLICIDADE | AVISO LEGAL
© Copyright 1996/2001 Editora Três