23 de setembro de 1999
Escolha sua capa
Home
Semana
Diversão e Arte
Outras Edições
Fale Conosco
Assine
Busca

 

 

Beleza

De cacho com Hollywood
O inglês John Frieda, cabeleireiro em grandes filmes, faz as cabeças de Tom Cruise e Nicole Kidman e passa por São Paulo para lançar linha de produtos

Chantal Brissac
de São Paulo

Quando era adolescente, John Frieda um dia avisou à família que conseguira o seu primeiro emprego: estrearia naquela semana como ajudante de cabeleireiro em um salão no subúrbio de Londres. Ninguém ficou de cabelo em pé. Típico inglês, que cresceu jogando futebol, tomando chá e chuva, John sempre gostou de cortar as madeixas da molecada da vizinhança. "Era minha diversão", conta ele. Trinta anos depois, a brincadeira transformou-se em um vultoso negócio. Com cinco salões pelo mundo e uma marca de cosméticos distribuída em 14 países, Frieda, 48 anos, comemora o título de cabeleireiro das estrelas. Ele penteou mitos como Jackie Onassis e a princesa Diana. A primeira freqüentava o salão de Manhattan, enquanto Diana o convocava para sessões regulares de cortes e penteados, em Londres, das quais faz segredo. "Não falo das minhas clientes, que confiam em mim como profissional e confidente", diz ele, que esteve em São Paulo entre 9 e 13 de setembro para lançar sua linha de produtos.

Dono de salões em Nova York, Paris e Londres e prestes a inaugurar um megaestúdio em Los Angeles, projetado para atender estrelas dispostas a pagar US$ 350 por um corte, Frieda aposentou as tesouras. Suas equipes se revezam entre editoriais de revistas como Vogue e Bazaar e sets de filmagem. No filme De Olhos Bem Fechados, Tom Cruise e Nicole Kidman foram penteados pela equipe de Frieda. O ator gostou tanto que convocou o time para acompanhá-lo na Austrália, na filmagem de Missão Impossível 2. Jerry Hall, Catherine Deneuve, Meryl Streep e Paul McCartney são outros assíduos da casa.

Envie esta página para um amigo Frieda adora sugerir mudanças a sua clientela. Por causa dele, Madonna tingiu os cabelos de preto e os alisou. Depois, voltou à loirice, sob sua supervisão. Michelle Pfeiffer só entrega seus cachos, que recebem reflexos bimestrais, para os profissionais treinados por Frieda. "Eles são fiéis", diz o cabeleireiro-empresário, que tem no currículo um diploma de Master in Business Administration (MBA), mestrado em administração de empresas, pela Universidade de Harvard. Hoje ele prefere a pesquisa de produtos, como o recém-lançado Sheer Blonde, que dá brilho aos fios claros. "Louras famosas de nossos salões, como as atrizes Meg Ryan e Michelle Pfeiffer, foram base para este lançamento", explica. Segundo ele, o cabelo loiro é como uma camiseta branca. "Depois de um dia de uso, todas as sujeiras aparecem. Ser loira dá trabalho", diz o cabeleireiro, com seus fios grisalhos.