PUBLICIDADE

Exclusivo: Terra testa o esperado portátil PlayStation Vita

9 jun 2011 11h24
| atualizado em 10/4/2013 às 16h11
Publicidade

Guilherme Zanini
Direto de Los Angeles

Para muitos, o PS Vita foi o grande lançamento da E3 2011, consolidando de vez a Sony também no mundo dos portáteis. Em uma área reservada para a imprensa e poucos convidados, tivemos a oportunidade de manusear e jogar o console, que promete ser a mais nova sensação dos gadgets eletrônicos.

» Sony aposta na diversificação de plataformas para jogos
» Exclusivo: gerente geral da Sony garante Vita e PSN no Brasil
» Fãs lotam E3 para ver novidades do setor de videogames

No PS Vita que pegamos para testar estava rodando o jogo Shinobido, e o que logo salta aos olhos é o visor de alta definição, em touch screen. Diferente do PSP, em que a tela apenas exibe, no Vita, o visor é fundamental na jogabilidade dos games. Isso amplia os recursos do jogador, que pode usar simultaneamente os dedos direto na tela, os botões convencionais, alem dos dois direcionais, similares aos encontrados nos joysticks dos demais PS.

Em Shinobido, esses recursos somados, permitem com que o jogador identifique os oponentes de maneira mais rápida e precisa, alternando os ângulos do jogo de acordo com a necessidade do usuário no momento. A esses elementos ainda se soma o giroscópio, outro diferencial do PS Vita.

Na parte de gráficos, o portátil se mostrou excelente. As imagens, os movimentos, os detalhes, enfim, está tudo muito próximo da perfeição e da realidade. Pontos para a Sony, que conseguiu transferir parte da alta tecnologia do PS 3 para um videogame portátil. Segundo o gerente da Sony na America Latina, Mark Stanley, não há uma data prevista para o lançamento do novo console no Brasil, mas ele afirmou que, com certeza, em 2012 o game estará consolidado no mercado brasileiro. É esperar para ver, pois vale à pena.

Portátil promete ser a mais nova sensação
Portátil promete ser a mais nova sensação
Foto: Guilherme Zanini / Terra
Fonte: Terra
Publicidade