PUBLICIDADE

Valve é processada em R$ 4,5 bilhões por "dominar o mercado"

A Valve está sendo processada no Reino Unido e pode pagar cerca de R$ 4,5 bilhões por exercer dominância em lojas digitais e lesar mais de 14 milhões de pessoas

14 jun 2024 - 23h18
(atualizado em 17/6/2024 às 10h20)
Compartilhar
Exibir comentários

Responsável por games históricos como Half-Life, Portal e dona da Steam, a Valve está sendo processada no Reino Unido por dominar o mercado de lojas digitais com a Steam. O processo, protocolado na quarta-feira (12) pela representante dos direitos digitais de crianças, Vicki Shotbolt, requer que a gigante pague £656 milhões de indenização — cerca de R$ 4,5 bilhões.

Foto: Valve / Canaltech

Shotbolt tem auxílio do escritório de advocacia Milberg London, que cuida das tratativas sobre o processo. A ação entende que a Valve utilizou a Steam para lesar seus competidores e cobrar preços abusivos em games, algo que afetou cerca de 14 milhões de jogadores de PC no país.

"Acreditamos que a Valve Corporation tem excluído injustamente a concorrência de jogos para PC e conteúdos de jogos, o que significa que os clientes do Reino Unido pagaram muito por esses produtos [...] Eles também não podem impor condições de negociações injustas para prevenir ou impedir outros de competirem com eles", diz Vicki Shotbolt

O problema dos preços passa por questões que envolvem como a companhia trata os estúdios e desenvolvedores, obrigados a pagar uma comissão de 30% para a plataforma, considerada excessiva pelo processo. Isso culminaria no aumento de preço dos jogos na plataforma, impactando diretamente o poder aquisitivo dos consumidores.

Outro ponto importante da ação diz respeito a uma política de paridade de preços. Segundo o processo, a Valve obriga as desenvolvedoras a aceitarem uma cláusula que os impede de comercializar seus jogos em outras plataformas com preços mais baixos, mantendo o mesmo padrão para todas, sem a condição de oferecer ofertas diversificadas.

Mesmo com a chegada de outras lojas nos últimos anos, a Steam ainda é soberana no mercado de jogos para PC (Imagem: Captura de tela/Felipe Vidal/Canaltech)
Mesmo com a chegada de outras lojas nos últimos anos, a Steam ainda é soberana no mercado de jogos para PC (Imagem: Captura de tela/Felipe Vidal/Canaltech)
Foto: Canaltech

Além disso, a companhia tem uma política de que expansões, DLCs e conteúdos extras de games só podem ser comprados na própria Steam. Essa prática seria considerada um tipo de venda casada, quando uma empresa induz o consumidor a adquirir um produto atrelado a outro que originalmente poderia ser vendido separadamente. 

Por enquanto, o processo corre na justiça do Reino Unido e é preciso esperar o desenrolar da ação para mais detalhes. Contudo, em 2021 a Valve já foi sentenciada a pagar US$ 2,4 milhões na Austrália por conta de suas políticas de reembolso.

Fonte: BBC

Trending no Canaltech:

Canaltech
Compartilhar
Publicidade
Seu Terra












Publicidade