PUBLICIDADE

Sim, está na hora de um remaster do Metroid Prime: Trilogy!

Segundo jornalista, a Nintendo estaria preparando para o final de 2022 o lançamento de remasterizações dos Metroid Prime — e isso precisa acontecer

28 jun 2022 - 10h18
Ver comentários

Os rumores sobre uma remasterização para a trilogia Metroid Prime tem circulado pela internet há um bom tempo, mas se uma informação obtida pelo jornalista Jeff Grubb estiver correta, o jogo poderá chegar ao Switch ainda em 2022. Ao saber disso, inicialmente me questionei qual a necessidade desse suposto lançamento, mas depois percebi que ele seria muito bem-vindo.

Metroid Prime
Metroid Prime
Foto: Meio Bit

Mas antes de explicar o que me fez mudar de opinião, vamos ao que Grubb afirmou durante a gravação de um podcast para o site Giant Bomb. Segundo ele, a ideia da Nintendo seria aproveitar uma data especial relacionada a chegada da Samus Aran às três dimensões.

"Posso dizer que me contaram que definitivamente o Metroid Prime Remastered será um dos jogos do fim de ano," garantiu Jeff. "No passado isso foi algo que ouvi estar sendo feito, que eles tinham coisas acontecendo com aquele jogo; agora me disseram que o plano deles é lançar aquele jogo no fim de ano e acho quase com certeza que para se alinhar com o 20.º aniversário em novembro."

Ainda durante o programa, o jornalista disse acreditar que apesar dos três jogos da série Prime estarem previsto para aparecerem no Switch, apenas o primeiro receberia uma grande atualização. Se isso acontecer, tanto o Metroid Prime 2 quanto o seu sucessor deverá contar apenas com melhorias nos controles e pequenos ajustes para deixá-los mais adequados aos dias atuais.

No entanto, algo que poderá desagradar uma boa parte dos interessados nessas remasterizações é que, segundo Grubb, a Nintendo estaria pensando em vender os jogos separadamente e lançando-os em datas diferentes. Olhando para o copo meio cheio, isso poderia representar um preço bem mais acessível, mas como estamos falando da Nintendo, imagino que para o bem dos nossos bolsos, o melhor seria mesmo um pacote à la Metroid Prime: Trilogy.

Foto: Meio Bit

Como de costume, um rumor como este precisa ser visto com uma certa desconfiança e a participação Grubb em outro podcast, mas gravado em 2021, ajuda a reforçar isso. Naquela ocasião ele afirmou que apesar de a remasterização estar pronta, a Nintendo estaria esperando o melhor momento para colocá-la no mercado e como a janela de lançamentos para o final do ano passado já estava muito movimentada, era provável que o jogo só aparecesse em 2022.

Tal afirmação vai no mesmo sentido de algo comentado por outro jornalista, Imran Khan, mas lá em 2019. Ao responder um seguidor, ele disse (há três anos!) que o trabalho de atualização dos jogos já estava pronto e que o anúncio deveria ter sido feito em dezembro de 2018.

O que essas pessoas defendem é que dada a boa posição em que a Nintendo se encontra, a empresa poderia se dar ao luxo de segurar o lançamento de certos jogos e assim garantir que o Switch sempre tenha novidades. Porém, mesmo achando que essa linha de raciocínio faça sentido, estamos falando de um período muito longo e com o lançamento do Metroid Prime 4 ainda parecendo tão distante, colocar a trilogia nas lojas seria uma ótima maneira de acalmar os ânimos dos fãs.

Aliás, esse seria um dos motivos que me fizeram repensar a minha resistência inicial em relação a uma remasterização desses jogos. Sem me dar conta de que lá se vão duas décadas desde o lançamento do primeiro título, não percebi que existe toda uma geração que nunca teve contato com jogos tão espetaculares quanto esses e se tais relançamentos forem a maneira de facilitar o acesso, que ele aconteça.

Mesmo sendo verdade que os três títulos reapareceram no Wii através do Metroid Prime: Trilogy, isso aconteceu em 2009 e convenhamos, aquele console não era muito mais poderoso do que o GameCube. Portanto, se a equipe que ficou responsável por essas remasterizações tiver trabalhado com carinho, podemos receber jogos muito mais bonitos do que vimos anteriormente.

Um bom exemplo disso é o MPR Phaze 1, projeto tocado por fãs e que tem se dedicado justamente a remasterizar o primeiro Metroid Prime. Mesmo sem ter acesso ao código-fonte do jogo, o que o grupo alcançou até agora impressiona, com as melhorias indo desde os gráficos até o sistema de controles.

De qualquer forma, o importante é que a Nintendo nos dê a oportunidade de jogar aquelas três obras de arte novamente ou abra o caminho para quem não teve a oportunidade de conhecê-las.

Pode parecer exagero, mas poucos jogos podem se orgulhar por possuírem um nível de qualidade tão alto como esses e se eles receberam melhorias, por menor que forem, tenho certeza de que muita gente se apaixonará pelas criações do Retro Studio. A Nintendo só precisa — segundo relatos — parar de ficar fazendo charminho.

Fonte: GamesRadar+

Sim, está na hora de um remaster do Metroid Prime: Trilogy!

Meio Bit
Publicidade
Publicidade