PUBLICIDADE

Red Dead Redemption 2 tem taxa de quadros até 45% maior com DLSS no PC

Com DLSS ativado e qualidade gráfica no Ultra, Red Dead 2 e Red Dead Online alcançam 60 fps em resolução Full HD na RTX 2060

15 jul 2021 12h27
ver comentários
Publicidade

Red Dead Redemption 2 e Red Dead Online receberam, na última terça-feira (13), a atualização com suporte à tecnologia Nvidia DLSS. Segundo a empresa, o recurso pode aumentar a taxa de quadros por segundo no game em até 45%, dependendo do modelo do chip gráfico. Ainda de acordo com a fabricante, todos as placas de vídeo RTX, desde a mais básica RTX 2060, vão conseguir rodar o jogo a 60 fps na configuração "Ultra".

Desempenho de Red Dead 2 com e sem DLSS
Desempenho de Red Dead 2 com e sem DLSS
Foto: Divulgação/Nvidia / Tecnoblog

Para exemplificar o ganho de performance, a Nvidia fez um gráfico com as taxas de quadros por segundo antes e depois de ativar o DLSS. Em resolução 4K, com todas as configurações gráficas no Ultra, Red Dead 2 passou da média de 58,9 fps para 85,3 fps na RTX 3080 Ti, a atual GPU topo de linha para uso doméstico da marca.

Já na placa de entrada RTX 2060, ainda em 4K, o jogo passou de 23,7 fps para 34,5 fps. Ainda não chega aos desejados 60 fps, mas já é possível ter a mesma experiência de jogar em um console com a maior resolução possível, por exemplo. Enquanto isso, em Full HD (1080p), a RTX 2060 chega com facilidade à marca dos 60 quadros no Ultra.

Gráfico comparando a performance de Red Dead 2 com e sem DLSS
Gráfico comparando a performance de Red Dead 2 com e sem DLSS
Foto: Divulgação/Nvidia / Tecnoblog

A partir de agora, para rodar Red Dead Redemption 2 em 4K a 60 quadros por segundo é necessário ter pelo menos uma RTX 2080 Ti ou uma RTX 3070. Antes da chegada do DLSS, nenhuma placa de vídeo disponível no mercado alcançava essa performance. Para usar o recurso, basta ter o jogo e o driver da GPU atualizados e ativar o DLSS nas configurações.

DLSS faz upscaling dinâmico de imagem e taxa de quadros

O DLSS — Deep Learning Super Sampling — é uma tecnologia exclusiva das placas de vídeo da série RTX, da Nvidia. O recurso usa inteligência artificial para fazer upscaling dinâmico tanto da qualidade da imagem quanto da taxa de quadros por segundo. Assim, o jogo é renderizado em uma resolução mais baixa, mas continua com o mesmo nível de detalhes da resolução nativa.

Além de Red Dead Redemption 2 e Red Dead Online, o DLSS é compatível com cerca de 60 títulos, incluindo Call of Duty, Cyberpunk 2077, Fortnite, Minecraft, DOOM Eternal, Rainbow Six Siege e mais. A AMD oferece um recurso alternativo com a mesma funcionalidade, chamado FidelityFX Super Resolution (FSR).

Com informações: PC Gamer.

Red Dead Redemption 2 tem taxa de quadros até 45% maior com DLSS no PC

Tecnoblog
Publicidade
Publicidade