PUBLICIDADE

PlayStation 5 não tem jogo em 2024 e culpados são finalmente revelados

Segundo jornalista, estratégia da Sony com jogos como serviço não deu certo e isso fez com que temporada de anúncios da empresa fosse bastante esvaziada

13 jun 2024 - 20h27
(atualizado em 14/6/2024 às 10h15)
Compartilhar
Exibir comentários

O ano de 2024 não vai ser muito memorável para o PlayStation 5. Embora o console esteja indo bem em vendas, a própria Sony já antecipou os fãs dizendo que não haveria grandes lançamentos para o sistema neste ano — e agora finalmente sabemos o porquê. A culpa são dos jogos como serviços.

Foto: Divulgação/Arrowhead Game Studios / Canaltech

O jornalista Jason Schreier, da Bloomberg, consultou suas fontes ligadas à gigante japonesa para tentar entender porque a temporada de anúncios foi tão tímida para a Sony. Entre o State of Play e o Summer Gafe Fest, a empresa revelou apenas Astro Bot e LEGO Horizon Adventures, jogos simpáticos, mas bem longe da escala de um Marvel's Spider-Man ou um The Last of Us.

Embora muito simpático, Astro Bot está longe de ser um grande lançamento do PlayStation 5 (Imagem: Divulgação/Sony)
Embora muito simpático, Astro Bot está longe de ser um grande lançamento do PlayStation 5 (Imagem: Divulgação/Sony)
Foto: Canaltech

Segundo Schreier, a falta de novidades de peso durante a "não-E3" aconteceu justamente porque a Sony não tinha mesmo o que mostrar. Pelo que seus contatos internos lhe contaram, alguns games maiores foram adiados, enquanto outros títulos menores foram alterados para se transformarem em jogos como serviço — e que esse movimento parece não ter dado certo. 

O jornalista não cita exemplos e nem detalha o que aconteceu de fato. Contudo, pelo que sua fala sugere, a Sony teria forçado que projetos menores adotassem uma fórmula de game as service e, em cima da hora, suspendido as coisas. Uma hipótese é que a má recepção de outros lançamentos no formato, como o de Suicide Squad: Mate a Liga da Justiça e de Foamstars possa ter feito a companhia a rever sua estratégia.

Um exemplo mostrado durante o State of Play que parece endossar a fala de Schreier é Concord, o hero shooter que é uma espécie de Overwatch do PlayStation. O primeiro trailer apresentado no evento apontava para algo muito mais narrativo e promissor, mas a mecânica de jogo como serviço surgiu quase como se tivesse sido empurrada goela abaixo de todo mundo.

LEGO Horizon Adventures adapta o clássico do PlayStation em um formato mais infantil (Imagem: Reprodução/Sony)
LEGO Horizon Adventures adapta o clássico do PlayStation em um formato mais infantil (Imagem: Reprodução/Sony)
Foto: Canaltech

Curiosamente, a Sony é uma das poucas empresas que conseguiu emplacar um game as service de sucesso neste ano. Helldivers 2 é um dos maiores fenômenos de 2024, se destacando em um modelo de negócio que ainda custa a ser bem aceito pelo público.

De olho em um novo público

Como explica Jason Schreier, a falta de grandes lançamentos do PlayStation 5 em 2024 vai forçar a Sony a buscar um novo tipo de jogador para o seu console. Como dito, os destaques do ano para o videogame são Astro Bot e LEGO Horizon Adventures, games com uma pegada mais infantil e familiar — um nicho que nunca foi muito explorado nesta geração.

Fonte: Bloomberg

Trending no Canaltech:

Canaltech
Compartilhar
Publicidade
Seu Terra












Publicidade