PUBLICIDADE

Novo Forza Motorsport promete experiência mais realista

Segundo diretor de criação do novo Forza Motorsport, jogo para PC e Xbox Series será um salto entre gerações muito maior do que o que vimos no Xbox One

8 jun 2021 11h11
ver comentários
Publicidade

A chegada de uma nova geração de consoles costuma ser aguardada não só por nos proporcionar jogos com gráficos mais bonitos, mas também por tais aparelhos permitirem que os estúdios entreguem melhores simulações de físicas e outros aspectos técnicos. No caso dos jogos de corrida, isso pode representar uma experiência muito mais próxima da realidade e uma série que deverá se beneficiar bastante do poderio do Xbox Series é a Forza Motorsport.

Forza Motorsport 7
Forza Motorsport 7
Foto: Meio Bit

Anunciado durante o Xbox Games Showcase de 2020 e ainda sem uma data prevista para o seu lançamento, o novo jogo tem sido descrito pelo pessoal da Turn 10 como uma reimaginação para a série. Assim, este capítulo não receberá o número 8 em seu título, sendo conhecido apenas como Forza Motorsport e sendo descrito pelo seu diretor de criação, Chris Esaki, como uma verdadeira nova experiência para os fãs da franquia.

Mas o quão impactante seria esta experiência? Pois de acordo com uma declaração que o game designer deu para o canal oficial do jogo, ele deverá representar um salto entre gerações muito maior do que aquele que foi visto na época do Xbox One.

"Eu realmente penso sobre todas as coisas que fazemos — a borracha em contato com a estrada e esses tipos de coisas — como a jogabilidade principal e essencialmente estamos construindo sobre esta base sólida do nosso Forza, que os nosso jogadores conhecem e amam, e simplesmente fazendo ainda melhor.

Então, estou tentando pensar sobre como quantificar isso para todos sem colocarem as mãos nisso, então, para colocar o trabalho na física em perspectiva para todos, as mudanças que fizemos do Forza Motorsport 7 até agora são muito maiores que as mudanças que fizemos do Motorsport 4 até o 7, então isso é basicamente um enorme salto geracional chegando para o jogo."

Para deixar sua opinião mais clara, Esaki explicou que nos jogos anteriores da franquia, o modelo de colisão dos pneus fazia com que existisse apenas um ponto de contato com o asfalto, com ele sendo atualizado a cerca de 60 ciclos por segundo, ou seja, 60 Hz. Já nesta nova versão do Forza Motorsport, que está sendo criado com a engine ForzaTech, os pneus dos veículos contarão com oito pontos de contato, atingindo portanto 360 ciclos por segundo, ou 360 Hz.

O diretor afirmou então que isso representará um ganho de fidelidade de 48 vezes e como sou péssimo em matemática, apenas acreditarei nas suas palavras. Mas o importante mesmo em todos esses números e na maior superfície de contato dos pneus, é que o jogo deverá nos passar uma melhor sensação de ondulação nas pistas, tornando a experiência como um todo muito melhor e mais realista.

O problema é que no caso desta última palavra, eu sei que associá-la a um jogo de corrida é algo muito perigoso. Para aqueles que buscam a melhor simulação possível, um jogo como o Forza Motorsport jamais poderia ser tratado desta maneira, sendo uma heresia querer colocá-lo ao lado de um rFactor, iRacing ou mesmo um Project Cars.

Sem querer entrar aqui no mérito sobre um maior nível de simulação ser melhor ou pior, o que posso dizer em relação a série Forza Motorsport é que, dos jogos que pendem mais para o realismo (exclua portanto os Need for Speed, Grid, Forza Horizon 4, etc), considero que nenhum me diverte tanto quanto a série da Turn 10. Para mim, ela possui um nível de simulação ideal, sem ser extremamente punitiva e quando aproveitado com um bom volante, a sensação de disputar corridas em um desses jogos é muito boa.

Meu único receio é que quando este novo Forza Motorsport chegar ao PC e ao Xbox Series ele não consiga dar o tão ambicioso salto mencionado por Chris Esaki, sendo apenas um jogo mais bonito que o anterior. Porém, o histórico do estúdio me faz acreditar que eles  novamente entregarão um ótimo título, talvez com melhorias que realmente o coloquem como um digno representante da nova geração de jogos de corrida.

Fonte: Video Games Chronicle

Novo Forza Motorsport promete experiência mais realista

Meio Bit
Publicidade
Publicidade