PUBLICIDADE

Jogador invade estúdio de Genshin Impact e tenta matar fundadores

O suspeito foi preso pela polícia de Xangai, na China, logo que entrou no prédio da miHoYo, e ninguém foi ferido

26 abr 2021
0comentários
Publicidade

A polícia da cidade de Xangai, na China, prendeu um homem que invadiu a sede da desenvolvedora de Genshin Impact, a miHoYo, no último sábado (24). Segundo a imprensa chinesa, o suspeito portava uma faca e planejava matar os dois fundadores do estúdio. Os policiais detiveram o indivíduo logo após ele entrar no prédio, e ninguém foi ferido.

Fu Hua, de Honkai Impact 3rd
Fu Hua, de Honkai Impact 3rd
Foto: Divulgação/miHoYo / Tecnoblog

Uma atualização no jogo Honkai Impact 3rd motivou o crime

De acordo com o Baidu, o motivo do crime teria sido uma atualização que chegou ao jogo Honkai Impact 3rd, também criado pela miHoYo. O update em questão incluía uma história paralela na qual algumas personagens femininas usavam fantasias de coelho consideradas sensuais.

Uma das personagens que receberam a roupa foi Fu Hua. Ela é uma imortal responsável por defender uma cidade do game chamada Shenzhou. No mundo real, porém, Shenzhou é um dos diversos nomes usados para se referir à China e significa "terra sagrada". Por isso, os jogadores chineses consideram Fu Hua como uma personificação do próprio país.

A atualização com as fantasias sensuais chegou ao Honkai Impact 3rd em todo o mundo, exceto na China. Logo após a ativação do update, os fãs chineses alegaram nas redes sociais que o conteúdo desrespeitava a China, assim como a personagem Fu Hua. Em 22 de abril, a desenvolvedora removeu completamente os itens cosméticos em todas as versões do jogo mobile.

O homem que invadiu o prédio da miHoYo não se contentou com a solução e tentou matar os fundadores do estúdio. Contudo, não foi esclarecido se indivíduo ficou com raiva pela atualização não ter sido lançada na China, ou se ele ficou irritado com a remoção do conteúdo em outras partes do mundo.

A miHoYo se desculpou pelo conteúdo da atualização

Em comunicado, a miHoYo se desculpou por incluir conteúdos considerados inapropriados no jogo. A produtora ainda garantiu uma compensação de 500 cristais — a moeda virtual de Honkai Impact 3rd — para jogadores acima do nível nove. "Enquanto refletimos sobre as nossas decisões, nós prometemos garantir a qualidade do nosso conteúdo com padrões elevados para evitar que esse tipo de problema aconteça de novo", disse a miHoYo.

Com informações: The Gamer.

Jogador invade estúdio de Genshin Impact e tenta matar fundadores

Tecnoblog
Publicidade
Publicidade