PUBLICIDADE

Activision responde a críticas da Sony e Microsoft após novo escândalo

Activision Blizzard reage aos comentários feitos por executivos da Sony e Microsoft, mas resposta não é tão promissora assim, ao que parece...

19 nov 2021 13h57
ver comentários
Publicidade

A Activision Blizzard emitiu uma pequena nota para responder os comentários dos chefes das divisões PlayStation e Xbox. Nesta semana tanto Phil Spencer, Microsoft, quanto Jim Ryan, Sony, teriam expressado preocupação com a situação na empresa parceira, que está novamente envolvida em mais escândalos de assédio sexual e moral, ainda sem solução.

Activision reagiu a comentários da Sony e Microsoft
Activision reagiu a comentários da Sony e Microsoft
Foto: Reprodução / Tecnoblog

Ao site GamesIndustry, a Activision Blizzard comunicou o seguinte: "Respeitamos todos os comentários de nossos valiosos parceiros e estamos nos envolvendo ainda mais com eles".

O comentário é bem genérico e não diz muito, mas justamente por isso também pode indicar um certo cuidado extra que a Activision Blizzard vai tomar daqui para frente em suas relações comerciais com os principais parceiros de publicação de seus jogos.

Vale lembrar que a empresa tem vários games lançados nos consoles PlayStation e Xbox, como todos os títulos da série Call of Duty, Diablo, Overwatch, o recente Tony Hawk 1+2 HD, entre diversos outros.

O Bloomberg chegou a citar que Phil Spencer teria dito a funcionários do Xbox que a empresa estaria reavaliando a parceria com a Activision após os problemas recentes, que deixaram ainda mais graves as denúncias de assédio sexual. Outra reportagem indica que Jim Ryan comentou coisa parecida internamente, no lado da Sony.

Escândalos envolvem até Bobby Kotick

Segundo uma nova investigação do The Wall Street Journal, publicada na última terça-feira (16), Bobby Kotick sabia dos abusos que acontecem com funcionários na Activision Blizzard desde 2018, mas preferiu ignorar as denúncias. Isso gerou uma nova onda de escândalos, com funcionários e parte da imprensa pedindo a renúncia do executivo.

Ainda de acordo com a reportagem, Kotick ignorou várias denúncias e, em alguns casos, ofereceu acordos extra-judiciais com as vítimas, para que tudo fosse jogado embaixo do tapete e o assunto fosse esquecido, sem grandes danos à empresa.

Agora é esperar por cenas do próximo capítulo e torcer para resoluções melhores envolvendo a empresa e seus funcionários.

Activision responde a críticas da Sony e Microsoft após novo escândalo

Tecnoblog
Publicidade
Publicidade