0

Renan Dal Zotto exalta 'brilho nos olhos' da seleção após novo triunfo em Brasília

Classificado antecipadamente às finais da Liga das Nações, Brasil encerra primeira fase com vitória sobre a Itália

1 jul 2019
09h26
atualizado às 09h34
  • separator
  • 0
  • comentários

Classificada antecipadamente às finais da Liga das Nações e com o primeiro lugar da fase inicial assegurado, a seleção brasileira masculina de vôlei fechou a sua participação nesta etapa do torneio com vitória sobre a Itália, de virada, por 3 sets a 1, com parciais de 26/28, 25/22, 25/18 e 25/18, na noite de domingo, em Brasília. Satisfeito com o desempenho dos seus jogadores, o técnico Renan Dal Zotto destacou que a equipe exibiu o mesmo desejo de ganhar de sempre, mesmo que o duelo não tivesse muita importância.

"Fico muito satisfeito com o modo como os atletas se entregaram a cada ponto. Uma vitória assim é muito boa para nós como um time. Falei no vestiário que não poderíamos perder o brilho nos olhos e a vontade de ganhar, e eles foram assim o tempo todo", disse.

Renan também apontou que a seleção premiou a torcida que encheu o ginásio Nilson Nelson - foram cerca de 9,5 mil espectadores - com uma boa atuação, mesmo que os jogadores estivessem desgastados pela sequência de compromissos.

"A gente sabia que seria muito difícil pois já estávamos sentindo um certo cansaço. Mesmo depois de termos garantido a classificação, nós treinamos com intensidade e hoje sentimos um pouco isso. Nós nos cobramos isso, queríamos chegar aqui e fazer um bom papel para o público. É nossa obrigação mostrar o que temos de melhor", afirmou.

Maior pontuador da partida, com 19 pontos, o ponteiro Lucarelli destacou a evolução da equipe brasileira para conquistar a vitória, após perder o primeiro set do duelo para a Itália.

"Começamos errando bastante. No primeiro set vacilamos, mas depois conseguimos entender como a Itália estava jogando e onde estávamos errando. Consertamos esses erros a partir do segundo set e o jogo se desenvolveu melhor. Vencer hoje não mudaria a nossa classificação, mas traz confiança que levaremos para a próxima fase e também é importante retribuir a torcida que cumpriu o papel dela", disse.

Na fase classificatória, o Brasil venceu Estados Unidos, Austrália e Polônia na primeira etapa; bateu Irã, Japão e Argentina na segunda; perdeu para a Sérvia, e venceu a China e Portugal na terceira; derrotou a Bulgária, a Alemanha e a Rússia na quarta e levou a melhor sobre França, Canadá e Itália na quinta fase.

Assim, a seleção teve campanha praticamente perfeita, tendo somado 39 pontos, com 14 vitórias e apenas uma derrota. Agora, a equipe treinará em Saquarema, até viajar no sábado para Chicago, palco das finais da Liga das Nações, de 10 a 14 de julho. Além da seleção, Polônia, Irã, França, Rússia e Estados Unidos, vão brigar pelo título. No Grupo B, a seleção duelará com poloneses, no dia 10, e iranianos, no dia 12, em busca de uma vaga nas semifinais.

Estadão
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade