5 eventos ao vivo

Brasil vence confronto dramático com o Irã e vai à semi na Liga das Nações

12 jul 2019
22h08
atualizado em 13/7/2019 às 08h56
  • separator
  • 0
  • comentários

O Brasil cumpriu seu dever de casa e garantiu presença nas semifinais da Liga das Nações nesta sexta-feira. Jogando em Chicago, nos Estados Unidos, o time de Renan Dal Zotto apresentou um desempenho superior ao da derrota para a Polônia, na estreia do Final Six, e abriu 2 a 0, mas viu o Irã crescer e precisou garantir a vitória dramática no tie-break, por 3 a 2 (parciais de 25/20, 25/23, 24/26, 20/25 e 15/10), em confronto direto por vaga na próxima fase.

Com o resultado, o Brasil elimina o time iraniano e avança por ser dono da segunda melhor campanha do Grupo B, atrás apenas da Polônia, que venceu as duas partidas. Agora, o time brasileiro espera o vencedor de Rússia e Estados Unidos, países que decidem a liderança da chave A, para saber quem enfrentará valendo uma vaga na decisão.

O grande nome da equipe canarinha foi Lucarelli. O ponta foi o maior pontuador do Brasil, com 16 pontos, sendo seis contabilizados através de aces. Lucão também se destacou ao somar seis bloqueios e 14 pontos ao todo. Pelo lado iraniano, o levantador Marouf comandou a equipe com maestria e ajudou Ebadipour a ser o maior pontuador, com 22.

O Jogo - Imprimindo um ritmo alucinante, a Seleção Brasileira não deixou o Irã respirar e, sem maiores problemas, colocou oito pontos de vantagem. Aos poucos, no entanto, o país asiático foi entrando na partida e baixou a diferença, encostando no placar, mas nada que assustasse o Brasil. Tranquilo, o time canarinho mostrou eficiência no ataque para fechar o set em 25 a 20.

Ciente de que ficaria em situação complicada se não melhorasse o desempenho, o Irã entrou mais atento para a segunda parcial e proporcionou maiores dificuldades aos brasileiros nos momentos finais, quando abriu três pontos. Após pedido de tempo de Renan Dal Zotto, no entanto, a equipe sul-americana cresceu de produção, tirou a diferença e fez 2 a 0 na partida de forma emocionante, com um 25 a 23.

Na luta para seguir vivo, o Irã se mostrou determinado no terceiro set e liderou o placar até as viradas derradeiras, período em que o Brasil foi buscar uma desvantagem de quatro pontos e empatou o duelo em 22 a 22. Sem se abater, os iranianos levaram a melhor por 26 a 24 e ganharam sobrevida no embate.

Mesmo diante de uma seleção asiática esbanjando confiança, o Brasil se comportou de maneira consistente e ofereceu resistência a princípio, mas acabou sucumbindo a boa atuação ofensiva do rival e foi superado por 25 a 20, tendo que decidir a classificação no tie-break após abrir 2 a 0.

Mantendo o bom momento, o Irã chegou a abrir 8 a 5 na parcial decisiva, mas o Brasil, impulsionado por um saque potente e pelo desequilíbrio mental do rival, que reclamava a cada decisão da arbitragem, reagiu, tomou a liderança e confirmou a vitória dramática por 3 sets a 2 com um 15 a 10.

Gazeta Esportiva Gazeta Esportiva
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade