1 evento ao vivo

Adenízia projeta duelo com Sérvia: "Tiro, porrada e bomba"

16 mai 2018
18h43
atualizado às 18h43
  • separator
  • comentários

Passada a vitória por 3 sets a 1 sobre o Japão, Adenízia, uma das líderes do elenco comandado por Zé Roberto Guimarães, já começou a pensar no último confronto da primeira semana da Liga das Nações, contra a Sérvia, que acontece nesta quinta-feira, novamente em Barueri. Prestes a enfrentar as atuais vice-campeãs olímpicas, a central aposta em um jogo com características completamente diferentes em relação ao desta quarta-feira.

"A Sérvia tem grandes nomes, é a atual vice-campeã olímpica. Temos que esquecer o jogo de hoje, amanhã é diferente. Hoje nós fizemos uso da habilidade, amanhã é tiro, porrada e bomba. Temos que estar com o braço forte, saber que a defesa vai subir o bloqueio vai funcionar", afirmou Adenízia.

A medalhista de ouro em Londres 2012 também aproveitou para valorizar a mudança de postura da Seleção Brasileira, que contra o Japão se mostrou um time mais vibrante e com menos erros em quadra, principalmente na defesa, algo que foi fatal contra a Alemanha.

"Eu acho que o grupo está tão fechado que fica fácil fazer qualquer coisa. Ontem, infelizmente, a vitória não veio por uma falta de espírito, primeiro jogo, time ainda não está entrosado. Hoje foi uma outra coisa. Esse é o Brasil alegre, que agride. Isso a gente não pode perder jamais", prosseguiu.

"Fizemos reuniões, conversamos, estudamos. A postura que tivemos ontem não é a nossa. Fomos um time acuado, sem vibração. Hoje, não. Hoje demonstramos o que é o voleibol e o que é o Brasil. É esse o Brasil que nós queremos", completou.

Gazeta Esportiva Gazeta Esportiva

compartilhe

comente

  • comentários
publicidade
publicidade