PUBLICIDADE
Logo do

Vila Nova

Favoritar Time

Em São Luís, Sampaio Corrêa bate o Vila Nova e deixa as últimas posições na Série B

Resultado faz Tubarão saltar na tabela; tropeço pode colocar time goiano no Z4 na sequência da rodada

14 mai 2022 20h38
| atualizado às 21h26
ver comentários
Publicidade

Medindo forças pela 7ª rodada do Campeonato Brasileiro, Sampaio Corrêa e Vila Nova entraram em campo na noite deste sábado, no estádio Castelão, em São Luís. E o Tubarão não deu chances ao Tigre. Com gols de Gabriel Poveda e Pimentinha, a equipe maranhense alcançou seu segundo triunfo na competição para festa da torcida nas arquibancadas.

No Castelão, Sampaio Corrêa mostrou força para derrotar o Vila Nova pela Série B (Foto: Ronald Felipe/Sampaio Corrêa)
No Castelão, Sampaio Corrêa mostrou força para derrotar o Vila Nova pela Série B (Foto: Ronald Felipe/Sampaio Corrêa)
Foto: Lance!

Com o resultado, os mandantes saltaram para a 9ª colocação, agora com 8 pontos somados. Já os visitantes, por conta do revés, acabou despencando para a 16ª colocação com seus 7 pontos.

BOM INÍCIO DO SAMPAIO CORRÊA

Fazendo valer o fator casa, o Sampaio Corrêa, logo nos primeiros movimentos, tratou de impor sua força para cima do Vila Nova. Até meados dos 15 minutos, criou boas chances com Eloir, Pimentinha e companhia, dando trabalho ao goleiro Georgemy que mantinha-se atento a todos os lances.

Porém, aos poucos, o time goiano foi tentando equilibrar as ações em campo. Até os 25 minutos, chegou com perigo como na tentativa de Victor Andrade, que ao roubar a bola no meio-campo, quase conseguiu tirar o zero do placar no Castelão.

TUBARÃO VOLTA A CRESCER E ABRE A CONTAGEM

Na expectativa de encontrar seu gol antes do término da etapa, a equipe comandada por Léo Condé seguia na insistência. Até que finalmente conseguiu. Aos 34 minutos, após arremate de Rafael Vila, o goleiro Georgemy chegou a espalmar vendo a bola bater no travessão, porém, no rebote, Gabriel Poveda não desperdiçou e mandou para o fundo da rede.

Tentando correr atrás do prejuízo no marcador na reta final, os visitantes tentaram mostrar poder de reação. Entretanto, com poucas chances, sendo a melhor delas com Moacir que acabou parando na defesa de Luiz Daniel, foi a deixa para a arbitragem mandar as duas equipes para os vestiários momentos depois.

TIGRE ADOTA POSTURA OFENSIVA

Assim como foi nos momentos finais da etapa inicial, o Vila não quis saber de ficar em desvantagem no marcador. Com o técnico Higo Magalhães apostando em uma mudança no intervalo, ao tirar Pablo Dyego para colocar em seu lugar Jean Silva, a expectativa era de encontrar o primeiro tento no jogo, mas acabou sem sucesso nas investidas.

Por outro lado, o Sampaio, aproveitando os espaços dados pelo rival, tentava surpreender na esperança de aumentar o placar. Mas eram os visitantes quem seguiam melhores. Com isso, até meados dos 20 minutos, depois de mais algumas trocas promovidas por Higo, Victor Andrade e Jean Silva mostravam que não iriam desistir tão facilmente de balançar a rede, quase empatando tudo no Castelão.

PIMENTINHA FECHA A CONTA

Com os treinadores apostando suas últimas fichas, quem se deu melhor foram os donos da casa. Aos 39 minutos, imprimindo velocidade pelo lado direito, Pimentinha chutou forte com a bola desviando em Renato antes de entrar.

O 2 a 0 a no placar deixou os torcedores da Bolívia Querida mais tranquilos. Sendo assim, a equipe apenas administrou o resultado até o árbitro encerrar o duelo.

FICHA TÉCNICA

SAMPAIO CORRÊA 2x0 VILA NOVA

Data e horário: 14/05/2022, às 18h30 (de Brasília)

Local: Estádio Castelão, em São Luis (MA)

Árbitro: Zandick Gondim Alves Júnior (RN)

Assistentes: Vinícius Melo de Lima (RN) e Luis Carlos de França Costa (RN)

VAR: Pathrice Wallace Corrêa Maia (RJ)

Cartões Amarelos: Eloir, 27'/1ºT; Arthur Rezende, 20'/2ºT; Mateusinho, 23'/2ºT; Pablo, 34'/2ºT; Rafael Costa, 42'/2ºT

Gols: Gabriel Poveda, 34'/1ºT (1-0); Pimentinha, 39'/2ºT (2-0)

SAMPAIO CORRÊA: Luiz Daniel; Mateusinho (Thiago Ennes, 36'/2ºT), Allan Godoi, Nilson Júnior e João Victor; André Luiz, Eloir (Renatinho, 30'/2ºT) e Rafael Vila (Maurício, 19'/2ºT); Yagor Catatau (Lucas Araújo, aos 37'/2ºT), Pimentinha e Gabriel Poveda (Rafael Costa, aos 36'/2ºT).

(Técnico: Léo Condé)

VILA NOVA: Georgemy; Moacir, Renato, Rafael Donato e Willian Formiga; Ralf (Pablo, 11'/2ºT), Arthur Rezende (Diego Tavares, aos 31'/2ºT) e Matheuzinho (Wagner, aos 11'/2ºT); Victor Andrade, Daniel Amorim e Pablo Dyego (Jean Silva, no intervalo).

(Técnico: Higo Magalhães)

Lance!
Publicidade
Publicidade