PUBLICIDADE
Logo do

Vasco

Favoritar Time

Vasco supera a Ponte Preta e conquista 1ª vitória na Série B

Em São Januário, Raniel marcou seu terceiro gol na Série B e garantiu a vitória do Vasco, que não vencia na competição há 11 jogos, sendo oito da edição de 2021 e três em 2022

27 abr 2022 23h46
| atualizado às 23h48
ver comentários
Publicidade

O Vasco fez um bom primeiro tempo, voltou a jogar mal na etapa final, mas, diante da Ponte Preta nesta quarta-feira, conquistou aquilo que era mais importante: a primeira vitória na Série B do Campeonato Brasileiro 2022. O triunfo por 1 a 0, com mais um gol de Raniel, alivia um pouco a pressão em cima do técnico Zé Ricardo e dos jogadores - que aplaudiram a torcida ao apito final em São Januário.

Agora com seis pontos, o Cruz-Maltino se afasta do Z4 e salta para a primeira metade da tabela: é o oitavo colocado. Já a Ponte Preta, que segue com quatro pontos, está na 15ª posição, fora da zona de rebaixamento apenas pelo saldo.

Pela Série B do Brasileirão, o Vasco volta a campo no domingo, às 18h, diante do Tombense, em Minas Gerais. Depois, o Cruz-Maltino tem dois compromissos consecutivos em casa: CSA, no dia 7 de maio, e Bahia, no próximo dia 14. Já a Ponte Preta recebe o Brusque, em Campinas neste sábado, depois tem o clássico com o Guarani, no dia 8, pela frente.

Jogadores do Vasco comemoram a vitória sobre a Ponte Preta (Foto: Daniel RAMALHO/CRVG)
Jogadores do Vasco comemoram a vitória sobre a Ponte Preta (Foto: Daniel RAMALHO/CRVG)
Foto: Lance!

MELHOR, VASCO SAI NA FRENTE COM RANIEL

Com mudanças em todos os setores em relação ao último jogo, Zé Ricardo apostou em um Vasco mais leve, especialmente pela esquerda, com Riquelme, Figueiredo e Nene. O trio dialogou bem pelo setor, e foi responsável pelos melhores lances. Antes dos 15 minutos, os volantes da Ponte Preta Felipe Amaral e Léo Naldi já estavam pendurados por faltas no lateral e no camisa 10.

A primeira chance, contudo, foi em uma rara ida de Gabriel Dias à linha de fundo. O cruzamento foi na medida para Pec, que finalizou em cima de Raniel. A única finalização da equipe de Hélio dos Anjos foi no minuto seguinte, aos oito, mas Alexander não teve problemas para encaixar o chute de Danilo.

O Vasco seguiu com o controle do jogo e levando perigo no embalo de Figueiredo, titular apenas porque Erick sentiu no aquecimento. Aos 30, o atacante iniciou a jogada na intermediária e, dentro da área, finalizou para grande defesa de Caíque França. No escanteio cobrado por Nene, foi de novo Figueiredo quem escorou para Raniel, de primeira, enfim abrir o placar: 1 a 0.

VASCO NÃO REPETE ETAPA INICIAL, MAS VENCE!

Hélio dos Anjos fez duas mudanças logo no intervalo e o cenário da partida mudou. Não apenas pelas entradas de Wallisson e Gabriel Venâncio, mas também pela postura do Vasco, que não repetiu a marcação alta, que trouxe problemas à saída de bola da Macaca, e viu o adversário rondar a sua área com perigo. Apesar disso, os chutes seguiram sem ameaçar a meta de Alexander.

Depois de Figueiredo sair com dores, aos 13, o Vasco seguiu dando sinais de desgaste, e Zé Ricardo fez logo três substituições aos 29, colocando Edimar, Weverton e Palacios em campo. Com o cansaço também apresentado pela Macaca, a partida caiu demais em intensidade e emoção. Melhor para o Cruz-Maltino que, mesmo sem atuar bem na etapa final, conquistou os três pontos.

FICHA TÉCNICA

VASCO 1 X 0 PONTE PRETA

Data e horário: 27/4/2022, às 21h30

Local: São Januário, no Rio de Janeiro (RJ)

Árbitro: Rodolpho Toski Marques (PR)

Assistentes: Ivan Carlos Bohn (PR) e Rafael Trombeta (PR)

Árbitro de vídeo: Daniel Nobre Bins (RS)

Renda/Público: R$ 277.262,00 / 9.165 presentes / 8.796 pagantes

Gols: Raniel (1-0, 30'/1ºT)

Cartão amarelo: Nene, Anderson Conceição, Riquelme (VAS); Felipe Amaral, Léo Naldi, Wallisson (PON)

Cartão vermelho: Não houve.

VASCO (Técnico: Zé Ricardo)

Alexander, Gabriel Dias (Weverton, 29'/2ºT), Quintero, Anderson Conceição e Riquelme (Edimar, 29'/2ºT); Yuri Lara, Andrey Santos e Nenê (Palacios, 29'/2ºT); Gabriel Pec, Figueiredo (Vinícius, 13'/2ºT) e Raniel (Getúlio, 41'/2ºT).

PONTE PRETA (Técnico: Hélio dos Anjos)

Caique França; Norberto, Thiago Oliveira, Fábio Sanches e Artur (Jean Carlos, 34'/2ºT); Felipe Amaral (Wallisson, Intervalo), Léo Naldi (Pedro Júnior, 34'/2ºT) e Ramon; Luís Otávio (Gabriel Venâncio, Intervalo) e Danilo Gomes e Lucca.

Lance!
Publicidade
Publicidade