0

Vasco segura empate na Bolívia e avança na Copa Sul-Americana

19 fev 2020
23h41
atualizado às 23h41
  • separator
  • 0
  • comentários
  • separator

O Vasco jogou para o gasto contra o Oriente Petrolero e retorna da Bolívia com um empate em 0 a 0 e a vaga na segunda fase da Copa Sul-Americana. No primeiro jogo, no Rio de Janeiro, o Cruz-Maltino havia vencido por 1 a 0, em São Januário.

A classificação dá tranquilidade à equipe para se preparar para o segundo turno do Estadual e a Copa do Brasil.

Vasco garantiu a classificação na Copa Sul-Americana

O próximo compromisso do Vasco será no sábado, dia 29 de fevereiro, contra o Resende, no estádio Raulino de Oliveira, em Volta Redonda. A partida será válida pela primeira rodada da Taça Rio, segundo turno do Campeonato Carioca.

Na sequência, no dia 5, o Vasco recebe o ABC de Natal em São Januário pela segunda fase da Copa do Brasil.

O Jogo

Mesmo precisando da vitória, o Oriente Petrolero adotou uma postura cautelosa. Temendo um gol que complicaria muito a sua situação, a equipe boliviana se manteve atrás da linha da bola quando a posse era do Vasco.

O jogo foi morno no primeiro tempo. O Vasco não tinha porque se arriscar e cadenciava o jogo. As chances de gol foram poucas na etapa inicial.

Aos 8, Montenegro recebeu na área e cruzou rasteiro, mas Rojas não alcançou e o gol não saiu. Dez minutos depois, o Oriente Petrolero teve uma chance na bola parada. Falta quase na linha da área que Carreño bateu passa à esquerda de Fernando Miguel.

O lance mais bonito do primeiro tempo saiu dos pés do jovem Talles Magno. Aos 37, ele recebeu de Pikachu, saiu da marcação e chutou por cobertura. A bola bateu no travessão e voltou nas mãos do goleiro Banegas.

O Oriente Petrolero ganhou uma bola de presente no início do segundo tempo e quase marca. O goleiro Fernando Miguel não segurou a cobrança de uma falta por Carreño e deu rebote para Salinas, que desperdiçou chutando para fora.

Com 11 minutos, o técnico Pablo Sánchez resolveu deixar sua equipe mais ofensiva e tirou o volante Carreño para a entrada do atacante Solíz. A medida deu mais qualidade ao ataque boliviano, mas não o suficiente para chegar perto do gol.

O jogo caiu bastante de nível técnico no segundo tempo. O Vasco chegou com perigo aos 22 quando Marrony recebeu de Cano e obrigou Benegas a fazer grande defesa. O Oriente Petrolero respondeu aos 34 em chute perigoso de Zoch após receber de Castillo.

Aos 42, o Vasco assustou num chute de Ribamar de fora da área, mas o goleiro Benegas espalmou e cedu o escanteio. O Oriente Petrolero não desistiu e três minutos depois, Bueno recebeu cruzamento de Saucedo e cabeceou por cima do gol.

Aos 50 minutos, o gol boliviano esteve nos pés de Bueno, que, sem marcação, acertou o travessão no último lance do jogo.

FICHA TÉCNICA

ORIENTE PETRLERO-BOL 0 X 0 VASCO

Local: estádio Ramón Tahuichi Aguilera, em Santa Cruz de la Sierra (Bolívia)

Data: 19 de fevereiro de 2020, quarta-feira

Hora: 21:30 (de Brasília)

Árbitro: Jorge Argote (VEN)

Assistentes: Jorge Urrego (VEN) e Luis Murillo (VEN)

Cartões amarelos: Andrey, Yago Pikachu, Cano (Vasco)

ORIENTE PETROLERO: Rodrigo Banegas, Widen Saucedo, Soleto, Daniel Franco e Alan Mercardo; Daniel Rojas, Jaime Carreño (Solíz), Samuel Pozo e Óscar Salinas (Zoch); Marco Bueno e Montenegro (Castillo)

Técnico: Pablo Sánchez

VASCO: Fernando Miguel, Yago Pikachu, Leandro Castán, Werley e Henrique (Alexandre Melo); Raúl, Andrey e Marcos Júnior (Bruno Gomes); Marrony (Ribamar), Talles Magno e Germán Cano

Técnico: Abel Braga

Gazeta Esportiva Gazeta Esportiva
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade