4 eventos ao vivo

Vasco minimiza pressão por vaga na final

4 abr 2019
14h00
  • separator
  • 0
  • comentários

Com um elenco mais valorizado e com a vantagem do empate para se classificar, o Vasco é apontado como franco favorito para o duelo deste domingo, às 16h, contra o Bangu no Maracanã, no Rio de Janeiro, pelas semifinais do Campeonato Carioca. A pressão pela conquista da vaga é muito grande, ainda mais depois da derrota nos pênaltis para os reservas do Flamengo na decisão da Taça Rio.

Apesar deste clima de pressão, os jogadores minimizaram a chamada responsabilidade pela vitória, tomando inclusive o máximo de cuidado para não desrespeitarem o adversário.

"Temos que respeitar o Bangu. A equipe dele foi muito bem nesses dois jogos e mostrou que não vai perdoar se o nosso time der algum tipo de mole. Acabamos dando uma desligada no final do jogo contra o Flamengo e sofremos um gol, então precisamos manter o foco e a concentração durante toda a partida, correr até o último minuto. É preciso ter cuidado, mas ao mesmo tempo colocar em prática nosso futebol equilibrado e ofensivo", disse o atacante Marrony.

O goleiro Fernando Miguel concorda.

"Temos que respeitar o Bangu. A equipe dele foi muito bem nesses dois jogos e mostrou que não vai perdoar se o nosso time der algum tipo de mole. Acabamos dando uma desligada no final do jogo contra o Flamengo e sofremos um gol, então precisamos manter o foco e a concentração durante toda a partida, correr até o último minuto. É preciso ter cuidado, mas ao mesmo tempo colocar em prática nosso futebol equilibrado e ofensivo", argumentou o arqueiro.

Para este compromisso o técnico Alberto Valentim tem problemas. O zagueiro Leandro Castán, considerado o líder do setor defensivo, luta contra o tempo para poder ser escalado. Ele foi substituído na final da Taça Rio, segundo turno do Estadual, e teve diagnosticada uma pequena lesão na região anterior da coxa esquerda. O jogador vem fazendo tratamento em dois períodos, mas Alberto Valentim vem conversando diariamente com o jovem Ricardo Graça, que deve herdar a vaga no caso da ausência do titular.

Se recuperando de uma lombalgia, o atacante Maxi López é outro que vem trabalhando em dois períodos. A sua ausência vem sendo suprida por Tiago Reis, que está dando conta do recado e marcou o quarto gol pelos profissionais contra o Flamengo. Ainda assim, o argentino é uma peça considerada importante pela confiança que transmite para o restante do plantel.

O volante Bruno Silva também não tem escalação garantida. O jogador sofreu uma pancada na cabeça no clássico contra o Flamengo e ficou desacordado. Pelo protocolo da Fifa deve ficar em repouso por 72 horas e por isso mesmo seu aproveitamento é uma incógnita, já que vai perder ritmo pela ausência dos treinos. Nesta sexta-feira o elenco do Vasco treina na parte da tarde e Valentim deverá esboçar a escalação que vai usar na semifinal.

Gazeta Esportiva Gazeta Esportiva
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade