26 eventos ao vivo

Valentim rebate críticas pelas substituições contra o Internacional

2 dez 2019
12h19
atualizado em 5/12/2019 às 17h47
  • separator
  • 0
  • comentários

O Botafogo foi derrotado pelo Internacional na última rodada e perdeu a chance de afastar de vez o risco de rebaixamento. O técnico Alberto Valentim foi criticado pelas substituições feitas no segundo tempo, principalmente quando trocou Cícero, por Jean, recuando a equipe.

Valentim justificou as substituições feitas no duelo contr o Inter  (Foto: Vítor Silva/SS Press/ Botafogo)
Valentim justificou as substituições feitas no duelo contr o Inter (Foto: Vítor Silva/SS Press/ Botafogo)
Foto: Gazeta Esportiva

Valentim se defendeu das escolhas e explicou seu estratégia na partida.

"Quis colocar o Marcinho para dar um gás novo, para ganharmos com a força que ele tem, é um jogador de Seleção Brasileira. Depois tive duas alterações mais forçadas. Alex Santana me pede a substituição e eu coloco o Leo Valencia, que é mais ofensivo que ele. Depois, o Cícero me pede a substituição e coloquei ali o Jean, um pouco mais defensivo, mas eu já tinha colocado o Leo Valencia, mais avançado. Não deixei o time mais defensivo não. Não tiraria o Cícero se não estivesse com esse desgaste físico", analisou.

Alberto Valentim salientou que o Botafogo teve uma boa atuação contra o Inter. Segundo ele, o destaque foi o primeiro tempo.

"A equipe jogou bem, tivemos chances claras de sair na frente no marcador. Depois acabamos tomando um gol no fim, uma derrota que não queríamos de jeito algum. No segundo tempo não conseguimos manter o desempenho, mérito do adversário, que luta pela Libertadores", declarou.

O Botafogo ainda pode confirmar a permanência no Brasileiro nesta segunda-feira. Para isso, basta o Vasco vencer o Cruzeiro, em São Januário. Caso o resultado não aconteça, os alvinegros vão em busca do resultado nesta quarta-feira, contra o Atlético-MG, em Belo Horizonte.

Gazeta Esportiva Gazeta Esportiva
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade