0

Sem Rossi e Guarín, Luxemburgo mantém dúvidas no time titular do Vasco na Bahia

Roger Machado também tem desfalques para escalar sua equipe em duelo na Arena Fonte Nova

5 dez 2019
11h08
atualizado às 11h08
  • separator
  • 0
  • comentários

O Vasco tem dois desfalques confirmados para a partida desta quinta-feira contra o Bahia, às 19h15, na Arena Fonte Nova, em Salvador, pela 37.ª e penúltima rodada do Campeonato Brasileiro, já que o meia colombiano Guarín a o atacante Rossi estão suspensos. No entanto, o técnico Vanderlei Luxemburgo manteve o mistério e não confirmou quem pretende escalar em seus lugares.

Pelas últimas atividades comandadas pelo treinador, Marcos Júnior e Raúl disputam a vaga no meio de campo, enquanto que Felipe Ferreira e Bruno César são as principais opções para o ataque.

Em 12.º lugar na tabela de classificação com 47 pontos, o Vasco pode garantir a vaga na Copa Sul-Americana se vencer essa partida. Por questões médicas, Luxemburgo se ausentou do último treinamento em preparação para a partida, mas deve estar presente normalmente na partida. Em sua ausência, o auxiliar Maurício Copertino comandou as atividades.

"O Bahia é uma grande equipe, mostrou isso durante todo o campeonato. Mas o Vasco também tem um grande grupo. Estamos fazendo um bom trabalho nos últimos jogos e estamos focados em terminar o campeonato na melhor posição possível", afirmou o meia Andrey.

Mudanças

O Bahia tem apenas um desfalque para enfrentar o Vasco, na Arena Fonte Nova. Como recebeu cartão vermelho na última partida - vitória por 2 a 1 sobre o CSA -, o meia Ronaldo está suspenso e deve ser substituído por João Pedro, que atuou como lateral-direito na ocasião.

Dessa forma, o experiente Nino Paraíba retorna ao time na lateral direita. O volante Elton e o meia Marco Antônio seguem no departamento médico e ainda não serão relacionados para essa partida.

"O João Pedro é uma alternativa. A gente não tem muitas opções se precisar manter os três médios por dentro. Fizemos assim contra o Goiás e o João fez um belo gol. É uma alternativa e é bem provável que possa acontecer", explicou o técnico Roger Machado.

A única posição que o treinador manteve em aberto foi no ataque, com Élber e Arthur Caíke disputando uma vaga para atuar ao lado de Artur e Gilberto.

Estadão
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade