0

Sá Pinto lamenta desfalques do Vasco por covid-19

20 nov 2020
10h49
atualizado às 10h49
  • separator
  • 0
  • comentários
  • separator

O Vasco perdeu uma boa chance de subir na tabela do Brasileirão nesta quinta-feira. Em jogo adiado da 16ª rodada, o Cruzmaltino recebeu o Fortaleza e não saiu de um empate em 0 a 0. E poderia ter sido pior, já que a equipe cearense foi superior em campo e teve as melhores oportunidades de marcar.

Com muitos desfalques devido à covid-19, o técnico Ricardo Sá Pinto entendeu que o time fez o que pode. Benítez, Castán, Carlinhos, Ribamar, Tiago Reis, Ulisses, Fellipe Bastos e Miranda estão afastados com a doença.

"Quatro ou cinco jogadores eram titulares da minha equipe. Outros entravam com frequência. Benítez, Miranda, Carlinhos e Castán. São jogadores com papel fundamental na equipe. Já somos poucos, imagina quando perdemos. Não é fácil gerir isso tudo. Esse campeonato não tem sido muito justo para algumas equipes, não só para minha. É torcer para que voltem rápido porque precisamos deles", afirmou Sá Pinto em coletiva em São Januário.

Rafael Ribeiro/Vasco

Para o treinador, a partida foi equilibrada e qualquer um poderia ter vencido: "Poderíamos ter marcado, tivemos várias oportunidades, mas eles também tiveram, são uma boa equipe. Poderíamos ter ganho, mas eles também poderiam", disse o mister.

O técnico português, entretanto, viu a resiliência como uma das virtudes da equipe vascaína: "São alguns jogos que a equipe não perde facilmente, há coisas positivas que podemos tirar desse jogo. Todos querem ganhar. Hoje, a chuva, o estado do campo também pesaram. Temos um jogo difícil contra o São Paulo, adversário difícil. Vamos acreditar que podemos fazer um bom resultado na melhor forma possível", projetou.

O Vasco enfrenta o Tricolor paulista neste domingo, no Morumbi, pela 22ª rodada do Brasileirão.

Gazeta Esportiva Gazeta Esportiva
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade