0

Risco de fiasco em sequência de decisões preocupa o Vasco

15 abr 2019
11h58
atualizado às 11h58
  • separator
  • comentários

O Vasco viveu algumas horas de tranquilidade e euforia depois da vitória de 1 a 0 sobre o Avaí que rendeu a classificação para a quarta fase da Copa do Brasil. Porém, o clima voltou a ficar pesado após a derrota de 2 a 0 para o Flamengo no primeiro jogo da final do Campeonato Carioca. Com isso, a semana começa tensa sob o risco de um fiasco nas competições que estão em aberto. Na próxima quarta-feira, às 19h15(de Brasília), o Cruz-Maltino visita o Santos na Vila Belmiro, em Santos (SP), pela quarta fase da Copa do Brasil. No próximo domingo tem o reencontro com os flamenguistas e os vascaínos precisam ganhar pelo menos de dois gols de vantagem para forçarem a disputa de pênaltis.

O momento no Vasco é delicado e o técnico Alberto Valentim sabe que vai precisar trabalhar o emocional do plantel.

"Neste momento temos que recuperar bem os jogadores e virarmos a chave de olho na partida contra o Santos. Conversamos muito antes, que nós teríamos só decisões agora e valendo título. O foco agora tem que ser o Santos e depois vamos pensar em encontrar uma maneira de lutarmos pelo título do Campeonato Carioca, pois também estamos vivos nesta disputa. Queremos o título", afirmou Valentim.

O treinador do Vasco não quis confirmar a escalação que vai duelar com os santistas, porém, vai usar o que há de melhor. Na semana passada a diretoria deixou claro que a prioridade é mesmo a Copa do Brasil, mesmo em se tratando de uma decisão estadual contra o arquirrival Flamengo.

"Nós treinadores sofremos sempre a pressão por resultados quando trabalhamos em um clube de ponta e no Vasco isso não é diferente. Mas precisamos de tranquilidade neste momento para trabalharmos as melhores formas de encararmos essas duas decisões que teremos pela frente. O Santos é um time qualificado e temos que pensar com calma e ver com quais jogadores vamos poder contar", disse Valentim.

O elenco do Vasco voltou aos treinos nesta segunda-feira, porém, apenas para um trabalho regenerativo. Somente nesta quarta-feira que Alberto Valentim vai definir a escalação para o choque com os santistas.

PICHAÇÕES: A torcida ficou revoltada com a derrota para o Flamengo. A porta de São Januário amanheceu pichada com uma frase que pedia a saída do presidente Alexandre Campello. O clube agiu rapidamente e apagou as pichações.

Gazeta Esportiva Gazeta Esportiva
  • separator
  • comentários
publicidade