PUBLICIDADE
Logo do

Vasco

Meu time

No STJD, Vasco alega 'erro de direito', pede anulação do jogo contra o Brasil-RS e paralisação do VAR

Cruz-Maltino entende que o Regulamento Geral de Competições da CBF foi infingido, assim como o protocolo para o uso da ferramenta. Resultado foi de empate na ocasião

8 set 2021 17h25
| atualizado às 17h47
ver comentários
Publicidade

O Vasco foi ao Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD). No Tribunal, deu entrada, nesta quarta-feira, com um pedido de impugnação do jogo contra o Brasil-RS, disputado na última sexta-feira, pela 22ª rodada da Série B do Campeonato Brasileiro.

O empate do Vasco com o Brasil-RS foi marcado por polêmicas de arbitragem (Rafael Ribeiro / Vasco)
O empate do Vasco com o Brasil-RS foi marcado por polêmicas de arbitragem (Rafael Ribeiro / Vasco)
Foto: Lance!

O Cruz-Maltino alega ter havido "erro de direito" no que diz respeito ao Regulamento Geral de Competições da CBF e também ao protocolo de uso do VAR. Na partida houve um pênalti marcado no campo, mas anulado após consulta do árbitro principal ao visor da ferramenta de vídeo. Mais do que isso, um gol do time de São Januário foi anulado. A partida terminou 1 a 1.

Na defesa apresentada e que será apreciada pelo presidente do STJD, o Vasco confirma o que havia antecipado em nota: o pedido pelo fim do uso do árbitro de vídeo na Série B.

- Erros como este, sem qualquer dúvida, maculam o resultado de partidas, trazendo enorme desequilíbrio ao espetáculo desportivo. Por este motivo, o CR Vasco da Gama vem a este STJD manifestar sua perplexidade e profunda indignação e protestar para que o equipamento VAR só volte a ser utilizado em partidas da Série B do Campeonato Brasileiro, a partir do momento em que a CBF puder garantir as condições necessárias para seu pleno funcionamento - escreveu o clube ao órgão.

Lance!
Publicidade
Publicidade