0

Luxemburgo volta a dizer que objetivo do Vasco é não cair

7 set 2019
15h05
atualizado às 22h26
  • separator
  • 0
  • comentários

O Vasco sofreu uma derrota em casa para o Bahia neste sábado, por 2 a 0, e voltou a se complicar na tabela do Campeonato Brasileiro. Com 20 pontos e na 15ª colocação no início da 18ª rodada, a equipe cruz-maltina pode ser ultrapassada pelo Cruzeiro, que soma 18 pontos e recebe o Grêmio, neste domingo. Na porta da zona do rebaixamento, na 17ª colocação, a Chapecoense tem 14 pontos e encara o CSA fora de casa.

Esta foi a terceira derrota em quatro jogos, numa sequência que interrompeu a recuperação da equipe na competição desde que Vanderlei Luxemburgo assumiu o comando da equipe, em maio.

Após o confronto em São Januário, o treinador procurou minimizar a situação e reforçar o discurso de que a expectativa para a equipe na temporada é se manter na Série A.

"Nossa competição não muda para mim. É essa de somarmos pontos para sairmos da confusão e manter o time na primeira divisão. Não tem outro trabalho, criar expectativas. Temos de somar pontos para sair da zona de confusão para manter o time na Série A," afirmou Luxa em sua coletiva em São Januário. "Nosso time vai sofrer até o fim do campeonato. Não vai cair, mas vai sofrer," completou.

Sobre a partida deste sábado, Luxemburgo ressaltou a dificuldade de enfrentar o Bahia quando este atua fora de casa e reclamou do excesso de faltas. "O Bahia joga melhor fora de casa, porque se fecha muito bem, aperta a marcação. Mas foi um jogo em que no primeiro tempo, sem dizer quem foi culpado, acho que fizeram faltas sequenciais. A estratégia deles era, quando perdia a bola, parar a jogada com falta. O juiz tem de inibir. Não pode deixar chegar no fim do jogo. O Bahia achou dois gols. Tivemos oportunidade, mas não conseguimos achar. Treinamos na semana sabendo que seria um jogo difícil," analisou.

Olhando para frente, Luxemburgo prometeu continuar trabalhando para que a equipe evolua. "É continuar treinando. Não tem como ser diferente. Fazer bastante finalização. É continuar. Contra o São Paulo foi diferente. Acho que nada é fugir do que é o futebol. Tem de continuar. Nós estamos treinando para caramba para poder melhorar," finalizou.

O Vasco terá a semana livre para trabalhar, e no próximo sábado visita a Chapecoense para um duelo direto contra o rebaixamento.

Gazeta Esportiva Gazeta Esportiva
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade