0

Luxemburgo estuda rodízio nos pênaltis

3 set 2019
13h27
atualizado em 6/9/2019 às 08h51
  • separator
  • 0
  • comentários

Yago Pikachu é um dos homens de confiança de Vanderlei Luxemburgo no Vasco. O jogador, porém, teve papel decisivo na derrota de 1 a 0 para o Cruzeiro no domingo, em Minas Gerais, ao desperdiçar um pênalti quando o jogo ainda estava empatado sem gols. Foi a segunda penalidade perdida pelo atleta, que também não converteu em um momento importante da derrota de 4 a 1 no clássico com o Flamengo. Apesar disso, o assunto vai ser tratado internamente, sem que seja dada uma grande visibilidade ao caso. Nos bastidores o treinador cogita a possibilidade de promover um rodízio em relação aos batedores.

Vanderlei Luxemburgo, nas entrevistas que deu após o jogo, procurou mninimizar a responsabilidade de Pikachu. O jogador, por sua vez, deixou nas mãos do comandante definir se ele segue como batedor. Pikachu cobrou 14 penalidades com a camisa vascaíno, convertendo 12 e perdendo apenas os dois últimos.

"Posso dizer que no Vasco estão todos com o pensamento de ajudar o time, portanto, se o Vanderlei decidir por outro batedor posso dizer que não vai ter nenhum clima ruim. Deixo a decisão nas mãos dele", disse Pikachu.

O elenco do Vasco voltou aos trabalhos nesta terça-feirsa, porém, os titulares ficaram na academia e apenas os reservas foram a campo. O próximo compromisso será o duelo contra o Bahia neste sábado, às 11h(de Brasília), em São Januário, no Rio de Janeiro (RJ), pela 17ª rodada do Campeonato Brasileiro. Para este compromisso Vanderlei Luxemburgo perdeu o volante Richard e o atacante Talles Magno, que estão suspensos por terem sido advertidos com o terceiro cartão amarelo na derrota para o Cruzeiro. O atacante já não poderia atuar pois se apresentou à Seleção Brasileira sub-17 para a disputa de amistosos internacionais. Em compensação, o zagueiro Leandro Castán e o lateral-esquerdo Henrique, que cumpriram suspensão contra a Raposa, voltam a ficar à disposição. Nesta quarta-feira o plantel treina na parte da tarde.

REFORÇO: A diretoria do Vasco chegou a um acordo com o atacante Clayton, que será cedido pelo Atlético-MG até dezembro deste ano. O jogador, de 23 anos, terá os seus salários divididos pelos dois clubes.

Clayton esteve no Bahia no primeiro semestre deste ano, porém, não chegou a fazer muito sucesso. O jogador, revelado nas categorias de base do Figueirense, ganhou projeção justamnente no time de Santa Catarina. Também defendeu as cores do Corinthians, porém, sem conseguir se firmar no Parque São Jorge. Clayton tem passagem pela Seleção Brasileira nas categorias de base e teve sua chegada aprovada por Vanderlei Luxemburgo.

Gazeta Esportiva Gazeta Esportiva
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade