1 evento ao vivo

Goleiro reserva do Vasco sofre insultos racistas da torcida boliviana

20 fev 2020
01h08
atualizado às 01h08
  • separator
  • 0
  • comentários
  • separator

A classificação do Vasco para a segunda fase da Copa Sul-Americana, com o empate por 0 a 0 contra o Oriente Petrolero, em Santa Cruz de la Sierra, na Bolívia, ficou marcada por um episódio lamentável protagonizado por torcedores locais.

Com gestos e insultos direcionados ao goleiro Alexander no final do segundo tempo e flagrados pelas câmeras de televisão, um grupo de jogadores vascaínos se dirigiu ao árbitro para reclamar e acabaram sendo advertidos.

Através de seu twitter oficial, o Vasco se manifestou em repudio ao episódio:

"É triste ver que em pleno 2020 ainda observamos tantos casos de racismo no futebol. Não há mais espaço para este tipo de pensamento. Ao Alexander e todos que possivelmente se sentiram ofendidos, nossa solidariedade.

ESTAMOS JUNTOS, SEMPRE!É triste ver que em pleno 2020 ainda observamos tantos casos de racismo no futebol. Não há mais espaço para este tipo de pensamento."

Gazeta Esportiva Gazeta Esportiva
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade