PUBLICIDADE
Logo do

Vasco

Meu time

Concentração, sistema defensivo e novidades na escalação: o que observar no Vasco contra o Brusque

Sem vencer há quatro jogos, Cruz-Maltino precisa de uma arrancada para encostar no G4. Após deslizes contra CRB e Cruzeiro, Diniz busca sua primeira vitória no comando técnico

24 set 2021 11h56
| atualizado às 12h00
ver comentários
Publicidade

Sem vencer há quatro rodadas, o Vasco volta a campo nesta sexta-feira, diante do Brusque, às 21h30, no Estádio Augusto Bauer, pela 26ª rodada da Série B do Brasileirão. Para ainda sonhar com o acesso à elite, a equipe necessita de uma arrancada histórica com dez vitórias nas treze rodadas que restam. O primeiro desafio será contra um adversário que enfrenta um longo jejum de vitórias.

Cano e Nene são as grandes esperanças do Vasco diante do Brusque, nesta sexta-feira (Rafael Ribeiro/Vasco)
Cano e Nene são as grandes esperanças do Vasco diante do Brusque, nesta sexta-feira (Rafael Ribeiro/Vasco)
Foto: Lance!

Com 34 pontos, o Cruz-Maltino está a dez do quarto colocado, que atualmente é o CRB. A equipe venceu apenas dois jogos fora de casa e tem a quinta pior campanha como visitante da Série B. Diante disto, o LANCE! listou cinco pontos importantes para o torcedor ficar de olho no Vasco contra o Quadricolor.

- Sistema defensivo - O Vasco segue sem conseguir passar confiança a partir da retaguarda. O número de gols sofridos segue muito alto para quem sonha com o acesso (29 no total). Faz quatro jogos que o time não fica sem ser vazado e tem apresentado constantes erros coletivos e individuais.

- Concentração total - Já comandado por Fernando Diniz, o Cruz-Maltino perdeu a chance de sair com duas vitórias diante de CRB e Cruzeiro. Contra a equipe alagoana, Pec perdeu uma chance clara, e no duelo com os mineiros, o time teve oportunidades de confirmar os três pontos. Com isso, levou gol no final dos dois jogos até aqui e ainda teve Nene substituído por uma falha na comunicação no domingo.

- Novos ventos ou 'efeito novo treinador' - Com todos os problemas, o Vasco jogou melhor nos dois últimos jogos. Veremos nesta sexta-feira se o novo comando mudou o time realmente ou se é apenas efeito passageiro da novidade na área técnica.

- Quem entra - A tendência é que Bruno Gomes e Gabriel Pec sejam os escolhidos, mas a dúvida só será totalmente tirada na hora do jogo. Andrey levou o terceiro cartão amarelo contra o Cruzeiro e Léo Jabá foi suspenso por um jogo pelo STJD pela entrada no lateral-esquerdo Reinaldo, do São Paulo, no duelo da Copa do Brasil.

- Fora de casa - Na situação em que se colocou, o Vasco precisa ser quase perfeito em São Januário, mas fora também. E longe de casa o Cruz-Maltino é o quinto pior da Série B com apenas duas vitórias (contra Brasil de Pelotas e Vitória) em doze partidas. Somente Confiança, Ponte Preta, Vitória e Brasil de Pelotas têm desempenhos piores que o time carioca longe de seus domínios.

Lance!
Publicidade
Publicidade