PUBLICIDADE
Logo do

Vasco

Favoritar Time

Às vésperas da estreia do Vasco, Nene inicia temporada como líder e referência técnica do novo elenco

Após a saída de Cano, meia será importante para orientar os jovens e ajudar um grupo com doze caras novas. Time enfrenta o Volta Redonda, na quarta, às 19h, no Raulino de Oliveira

25 jan 2022 07h36
| atualizado às 07h36
ver comentários
Publicidade

Ao longo de três semanas, o Vasco anunciou doze caras novas no processo de reformulação de seu elenco para 2022. Por outro lado, vinte e dois atletas já deixaram o clube, que segue ativo no mercado em busca de novos reforços. Essas mudanças na espinha dorsal reforçam o papel de um velho conhecido como protagonista e referência técnica do time: o meia Nene.

Nene assume papel de protagonista no Vasco após a saída de Germán Cano (Rafael Ribeiro/Vasco)
Nene assume papel de protagonista no Vasco após a saída de Germán Cano (Rafael Ribeiro/Vasco)
Foto: Lance!

Identificado com a torcida, o meia chorou ano passado e disse que lutará para recolocar o clube na Série A. Com a saída de Cano, o camisa 10 reafirmará a sua função de líder e pretende ajudar os jovens do elenco dentro e fora de campo. Aos 40 anos, ele será importante no fortalecimento desse novo elenco, que precisará de tempo para adquirir entrosamento e ritmo de jogo.

Ainda não é assinante do Cariocão-2022? Acesse www.cariocaoplay.com.br, preencha o cadastro e ganhe 5% de desconto com o cupom especial do LANCE!: GE-JK-FF-ZSW

- O que eu posso orientá-los eu faço, as minhas atitudes também ajudam. Estou conversando direto com a molecada, eles podem contar comigo a qualquer momento. Deixo os jovens à vontade para a hora que precisarem eu puder ajudar. Nos treinos, tento orientar para o bem deles e do time - disse o meia.

Além dos jovens, Nene sabe que a permanência de alguns atletas que vivenciaram os erros de 2021 será importante para construir um elenco forte. Um desses nomes é o experiente Vanderlei, que foi reintegrado ao grupo na segunda-feira. O arqueiro treinou separado desde a reapresentação do elenco, mas voltou a figurar nos planos da comissão técnica após a saída de Lucão.

- É bom ter gente que sentiu na pele, que conhece o peso do clube, para continuar fazendo coisas corretas e melhorar as coisas que não foram corretas. Vanderlei é bom de grupo, trabalhador, demonstrou que queria continuar, ao contrário de muita gente que teve essa oportunidade e não quis estar aqui - pontuou, e emendou:

- Ele gosta do Vasco, desejo o melhor pra ele, um cara que pode ajudar no vestiário. Tanto ele quanto Anderson e Edimar que chegaram. Edimar fica bravo, porque fico chamando ele de velho (risos), está acima dos 30, eu já estou em outro nível, nos 40. Espero que ele possa ajudar ao máximo, e, se for pra ajudar o Vasco, para nós vai ser muito bom - acrescentou.

O Vasco estreia nesta quarta-feira pelo Campeonato Carioca, diante do Volta Redonda, às 19h, no Raulino de Oliveira. Para a jogo, o time terá quatro desfalques: os volantes Matheus Barbosa e Matías Galarza, o meio-campista Vitinho e o atacante Getúlio. O Estadual servirá para o técnico Zé Ricardo montar o time-base pensando na estreia da Série B.

Lance!
Publicidade
Publicidade