PUBLICIDADE
Logo do Vasco

Vasco

Favoritar Time

ANÁLISE: Sistema defensivo do Vasco evolui de catástrofe para fiasco

Equipe perdeu mais uma no Brasileirão

14 jun 2024 - 11h43
(atualizado às 18h31)
Compartilhar
Exibir comentários

O Vasco sofreu mais uma derrota no Brasileirão de 2024. O algoz da vez foi o Palmeiras de Abel Ferreira, que derrotou o Cruz-Maltino por dois a zero sem muitas dificuldades. Apesar do placar não ter sido tão elástico como o último, o desempenho da equipe segue preocupante.

Foto: Lance!

Defesa é um problema

A defesa tem sido o maior problema do clube da Colina em 2024. Após perder Gary Medel, um dos titulares da campanha de recuperação de 2023, a zaga que já não era unanimidade, ficou ainda mais desfalcada. Tanto Ramón Díaz, quanto Álvaro Pacheco não conseguiram encontrar um denominador comum. No esquema de três zagueiros do técnico português, Léo, Maicon e Rojas ficaram com a difícil missão de impedir a ofensiva do clube paulista.

Em um primeiro tempo bem desorganizado do clube carioca, o Palmeiras, que ainda não tinha vencido como mandante no Campeonato Brasileiro, chegou até o gol do Cruz-Maltino com Piquerez, sozinho dentro da área ocupada por sete jogadores do Vasco.

O segundo gol sofrido, marcado por Rony, já na segunda etapa, escancara as deficiências do elenco. Um gol praticamente idêntico ao de Pedro, do Flamengo, onde todos estão em volta, mas ninguém marca. O jogador do Palmeiras se encontrou sozinho para apenas empurrar para o gol.

Jardim se salva num Vasco à deriva

O ponto positivo da atuação foi Léo Jardim. Novamente, o goleiro vascaíno evitou mais um desastre no placar. Em dois jogos, o Vasco sofreu mais de 50 finalizações: 30 contra o Flamengo e 28 contra o Palmeiras. O desempenho do goleiro foi essencial para manter o Cruz-Maltino vivo na partida.

Após a partida contra o Alviverde, o técnico Álvaro Pacheco disse que viu um crescimento do time em relação a última partida, sendo ela, a maior goleada sofrida do rival na história do confronto.

— É evidente que encontramos dois adversários que estão com uma dinâmica muito forte, que vão lutar para ser campeões. O Vasco teve dois jogos difíceis, mas teve um crescimento a nível de coragem. - disse o treinador.

Desespero no horizonte

No Brasileirão de 2023, o Vasco viveu um drama para escapar do rebaixamento na última rodada do campeonato, muito por conta de um primeiro turno vexatório em termos de desempenho. Embora, a expectativa do torcedor tenha crescido pela recuperação do segundo turno de 2023, a atuação do elenco Cruz-Maltino dá indícios de que o cenário deve se repetir em 2024.

Lance!
Compartilhar
Publicidade
Seu Terra












Publicidade