2 eventos ao vivo

Três torcedores do Chelsea têm negada entrada em estádio em Praga por supostos cantos racistas

11 abr 2019
17h51
  • separator
  • 0
  • comentários

Três torcedores do Chelsea foram impedidos de entraram na Eden Arena, estádio do Slavia Praga, para a partida de ida das quartas de final da Liga Europa nesta quinta-feira depois que um suposto canto racista contra o atacante do Liverpool Mohammed Salah foi publicado em uma rede social, disse a Sky Sports.

Torcedores do Chelsea durante partida da equipe contra o Slavia Praga pela Liga Europa, na República Tcheca
11/04/2019 Action Images via Reuters/Paul Childs
Torcedores do Chelsea durante partida da equipe contra o Slavia Praga pela Liga Europa, na República Tcheca 11/04/2019 Action Images via Reuters/Paul Childs
Foto: Reuters

O Chelsea, que enfrentará o Liverpool fora de casa pelo Campeonato Inglês no domingo, divulgou um comunicado em seu site condenando qualquer forma de comportamento discriminatório.

"O Chelsea FC considera todas as formas de comportamento discriminatório repugnantes e onde houver evidência clara de detentores de ingressos do Chelsea ou membros envolvidos em tais comportamentos, vamos adotar as ações mais fortes possíveis contra eles", afirmou o clube.

"Esses indivíduos são uma vergonha para a vasta maioria dos torcedores do Chelsea, que não os toleram em seu clube."

Salah é ex-jogador do Chelsea e segue a fé muçulmana.

A organização anti-discriminação Kick It Out tuitou: "Não é nas arquibancadas, mas ainda assim é uma vergonha, Não queremos esses torcedores em qualquer lugar que seja próximo do nosso esporte".

"Estaremos em contato com o @ChelseaFC para garantir que os envolvidos sejam identificados e punidos rápida e efetivamente."

Reuters Reuters - Esta publicação inclusive informação e dados são de propriedade intelectual de Reuters. Fica expresamente proibido seu uso ou de seu nome sem a prévia autorização de Reuters. Todos os direitos reservados.
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade