3 eventos ao vivo

Torneios de tênis de Madri crescem e terão duas semanas na temporada de 2021

'É um crescimento almejado, merecido e necessário', afirmou o diretor do torneio, Feliciano López

25 nov 2020
11h21
  • separator
  • 0
  • comentários
  • separator

Os circuitos profissionais de tênis masculino e feminino terão uma novidade na temporada de 2021. Nesta quarta-feira, os organizadores do torneio de Madri, na Espanha, que é um Masters 1000 na ATP e um Premier na WTA, anunciaram que o evento ficará maior e terá agora duas semanas de disputa, começando no dia 27 de abril e terminando em 9 de maio.

A ampliação da competição era uma desejo antigo da organização. "Estamos felizes por ter alcançado a meta de nos tornarmos um torneio de duas semanas. É um crescimento almejado, merecido e necessário que nos permitirá gozar mais dias do melhor tênis do mundo na Caja Mágica. Tenho a certeza que tanto os nossos patrocinadores como todos os fãs vão receber de braços abertos esta grande notícia", disse o tenista espanhol Feliciano López, que é o diretor do torneio, em um comunicado oficial.

"É fantástico o quanto o torneio cresceu desde 2002, quando realizamos a primeira edição. As duas semanas de competição que teremos a partir do próximo ano vão nos ajudar a nos posicionar como um dos eventos mais importantes do calendário", destacou Manolo Santana, presidente honorário da competição.

O torneio de Madri estreou no circuito profissional em 2002 na reta final da temporada, realizado em quadras duras e cobertas. Em 2009, a competição se mudou para a Caixa Mágica, um ginásio na capital espanhola, e passou a ser disputada no saibro, agregando também a disputa da chave feminina.

Assim, Madri repete o que já acontece em Indian Wells e em Miami, ambos nos Estados Unidos. Os dois torneios em solo americano, com duas semanas de duração e também um Masters 1000 na ATP e um Premier na WTA, são realizados em quadras duras no mês de março.

Estadão
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade