PUBLICIDADE

Thiago Monteiro bate argentino Francisco Cerundolo e vai à final em Buenos Aires

Tenista brasileiro conquista vitória por 2 sets a 1, com parciais de 6/1, 2/6 e 6/3, e enfrentará Sebastián Báez na decisão

23 out 2021 23h16
ver comentários
Publicidade

A forte chuva que atingiu a Argentina não foi suficiente para impedir a grande exibição do brasileiro Thiago Monteiro nas semifinais do Challenger de Buenos Aires. O cearense carimbou a vaga para a final ao superar o tenista local Francisco Cerundolo, número 116 do ranking da ATP, por 2 sets a 1, com parciais de 6/1, 2/6 e 6/3.

"Foi mais uma batalha por aqui. Mais um jogo parelho, onde prevaleceu estar firme mentalmente e se superar na reta final. Estive com um break abaixo no terceiro set, mas consegui emplacar um bom ritmo e fazer cinco games seguidos. O Cerundolo é um jogador com muita qualidade e muito peso de bola, então tive que me manter tranquilo mentalmente e tentar tomar a iniciativa quando possível. No final consegui aplicar bem isso", disse o brasileiro.

Atual número 92 do ranking, Thiago Monteiro passou por quatro adversários, todos argentinos, para chegar à final. Contra Cerundolo, o brasileiro levou a melhor no primeiro set ao fazer 6/1. O jogo, no entanto, precisou ser interrompido por causa da chuva.

De volta à quadra, o cearense perdeu o segundo set por 6/2, mas se recuperou e confirmou a classificação ao fechar o duelo por 6/3. O triunfo confirma o brasileiro entre os 100 melhores do ATP.

Na decisão do Challenger de Buenos Aires, Thiago Monteiro enfrentará o argentino Sebastián Báez, que levou a melhor no duelo contra o também compatriota Juan Manuel Cerundolo por 2 sets a 0, com parciais de 6/1 e 6/2.

"Ele é um jogador que está com a confiança alta. Se não me engano, já são três finais seguidas e um título para ele, além de ter ganhado cinco ou seis challengers. Ainda assim, me sinto preparado e bem adaptado. Vai ser uma final com um clima interessante. Gosto muito de jogar nessa atmosfera, mesmo com a torcida contra. Agora é ir com tudo, desfrutar desta final e tentar buscar o título", finalizou.

Esta será a décima participação do brasileiro em finais de Challenger. Ele levou a melhor nas edições de Braga (2021), Aix en Provence (2016), Braunschweig (2019), Lima (2019) e Punta del Este (2019 e 2020).

Estadão
Publicidade
Publicidade