0

Soares e Murray batem Melo e Kubot e vão à semi do Finals

17 nov 2017
17h48
atualizado às 18h08
  • separator
  • comentários

Encerrando a fase de grupo do ATP Finals, Bruno Soares e Jamie Murray precisavam da vitória para avançar às semifinais do torneio. E conseguiram. Enfrentando Marcelo Melo e Lukasz Kubot, já classificados, a dupla conseguiu o triunfo por 2 sets a 0, com parciais de 6/2 e 6/4, em 1h13. Assim, Londres terá dois brasileiros nas semifinais.

Murray e Soares
Murray e Soares
Foto: Reuters

Com o resultado, Soares e Murray ficaram com o primeiro lugar do grupo Woodbridge/Woodforde e enfrentam o finlandês Henri Kontinen e o australiano John Peers, atuais campeões do torneio, às 16h (de Brasília) neste sábado. Mais cedo, às 10h (de Brasília), Melo e Kubot desafiam o norte-americano Ryan Harrison e o neozelandês Michael Venus.

Esta foi a quinta vez que as duplas se enfrentaram neste ano, sendo que Melo e Kubot levaram a melhor em três delas. Na elite do circuito, foi o 24º confronto entre eles e Soares amplia sua vantagem no retrospecto com 14 vitórias. No ATP Finals, é a terceira vez que Soares chega às semifinais em quatro participações.

Melo e Kubot demoraram para entrar no jogo e não conseguiram confirmar seus dois primeiros games de saque, deixando Soares e Murray abrirem 5 a 0 com facilidade. Na sequência, a dupla chegou a sofrer a quebra, mas não deixou os adversários confirmarem e fechou o set em 33 minutos.

No segundo set, Soares e Murray mantiveram o ritmo e abriram 3 a 0. No entanto, Melo e Kubot foram se encontrando na partida e reagiram. Empataram e chegaram a passar à frente no placar, mas voltaram a ceder a quebra no décimo e decisivo game. Com Soares muito bem na devolução, o brasileiro e o britânico fecharam a parcial em 42 minutos e carimbaram o passaporte para a semifinal.

Irmãos Bryan perdem e dão adeus ao Finals

Mais cedo nesta sexta-feira,  Bob e Mike Bryan sofreram a segunda derrota na competição. Os tetracampeões do ATP Finals foram derrotados por duplo 6/4 pelo o austríaco Oliver Marach e o croata Mate Pavic, que entraram como substitutos, após Ivan Dodig e Marcel Granollers desistirem do torneio.

Marach e Pavic já entraram no torneio sabendo que não teriam chances de classificação e que ficariam na última posição do grupo, já que em caso de empate no número de vitórias entre duas duplas, aquela que não disputou todos os jogos é automaticamente eliminada.

Assim, os irmãos Bryan terminam a fase de grupos com uma vitória e duas derrotas, dando adeus ao ATP Finals.

Gazeta Esportiva Gazeta Esportiva

compartilhe

comente

  • comentários
publicidade
publicidade