0

Sharapova fica sem convite para Roland Garros, incluindo qualifying

16 mai 2017
16h16
  • separator
  • comentários

A organização de Roland Garros, segundo Grand Slam do ano, anunciou nesta terça-feira que não disponibilizará um wild card para a russa Maria Sharapova, nem mesmo para o qualifying, depois que a ex-número 1 do mundo cumpriu uma suspensão de 15 meses por doping.

O presidente da Federação Francesa de Tênis (FFT), responsável pelo torneio, Bernard Giudicelli, disse não haver margem para convites para uma atleta que volta de punição pelo uso de substância proibida - Meldonium, no caso da russa.

A tenista de 30 anos voltou às quadras no mês passado no WTA Premier de Stuttgart, torneio em que atingiu às semifinais. Ela pôde competir porque a Corte Arbitral do Esporte (CAS) diminuiu o tempo de suspensão de dois anos para 15 meses.

Bicampeã de Roland Garros, Sharapova não alcançou posição no ranking que a permitisse entrar na chave do Grand Slam no saibro parisiense, nem mesmo no quali.

"É possível haver um wild card quando se trata de retorno por lesão, mas não quando o retorno é de uma suspensão por doping. Cabe a Maria demonstrar, dia a dia, torneio a torneio, sua energia para reconquistar grandes torneios. O torneio (Roland Garros) tem mais peso que seus jogadores ou jogadoras", afirmou Giudicelli.

EFE   

compartilhe

comente

  • comentários
publicidade
publicidade