14 eventos ao vivo

Sharapova desabafa: "Foi cruel ter que dar um passo para trás"

27 jul 2017
16h21
atualizado às 16h21
  • separator
  • comentários

A russa Maria Sharapova publicou, na quarta-feira, um texto sobre as angústias que enfrentou durante seu período de ausência nas quadras. A ex-número 1 do mundo ficou quinze meses fora dos jogos por ter sido pega no doping e, quando voltou, sofreu lesão na coxa. Para a atleta, o retorno foi frustrante, mas houve grande aprendizado no período em que esteve fora dos torneios.

"Eu estava muito triste depois de tudo. Parecia cruel que, depois desses 15 longos meses fora do jogo, eu tivesse que dar mais um passo para trás", declarou em texto publicado no The Player Tribune .

Segundo a publicação, Sharapova sempre teve dificuldades em lidar com o incerto, mesmo sabendo que o sentimento faz parte de sua profissão. "Todo torneio tem suas próprias bolas, todo dia tem seu próprio oponente, todo dia tem suas próprias condições climática. Como se preparar para cada uma dessas possibilidades?", desabafou.

"Tem algo sobre a suspensão, os julgamentos e o peso emocional. É difícil comparar com qualquer outra coisa. Estes 15 meses me mostraram duas coisas que eu precisava retomar: meu físico e minha mente", conta a atleta que é obrigada a lidar com pressão constantemente. "Quase todo jogador tem o mesmo habito após um embate: antes de se trocar ou tomar banho, eles pegam seu celular, entram no Twitter e vão ver o que estão falando sobre seu desempenho", conta. "Todo mundo parece consumido por isso".

Sharapova também disse estar se preparando para a temporada de torneios na América do Norte, uma de suas favoritas. "Vou jogar em Stanford e em Toronto, onde darei o meu melhor. Então verei o que acontece", finalizou.

Gazeta Esportiva Gazeta Esportiva

compartilhe

comente

  • comentários
publicidade
publicidade