0

Osaka e Wozniacki avançam à semifinal do Torneio de Pequim

Dupla confirma favoritismo na competição

5 out 2018
14h44
  • separator
  • comentários

A dinamarquesa Caroline Wozniacki e a japonesa Naomi Osaka confirmaram o favoritismo nesta sexta-feira e garantiram seus lugares na semifinal do Torneio de Pequim, na China. Osaka foi quem teve mais trabalho para avançar na chave ao precisar de três sets para superar a local Shuai Zhang por 2 a 1, com parciais de 3/6, 6/4 e 7/5, em 2h33min.

A campeã do US Open, atual número seis do mundo, teve dificuldades em quadra em razão da irregularidade no saque. Osaka acertou nove aces, mas cometeu oito duplas faltas. Assim, colocou em quadra apenas 46% do seu primeiro serviço. As oscilações geraram 16 break points, dos quais a tenista da casa aproveitou seis.

Mas Shuai Zhang, 45ª do mundo, também hesitou no serviço e chegou a gerar 18 breaks, dos quais seis foram convertidos por Osaka. A japonesa, contudo, foi mais eficiente nos momentos mais decisivos do jogo, encaminhando a vitória.

Em sua terceira participação em Pequim, Osaka faz sua melhor participação na competição disputada em quadra dura, de nível Premier. Antes, nunca havia passado da estreia. Agora, já está na semifinal. E sua próxima adversária será a letã Anastasija Sevastova, que avançou ao bater a eslovaca Dominika Cibulkova por 6/3 e 7/6 (7/5).

Na outra semifinal, Caroline Wozniacki vai duelar com a local Qiang Wang, grande sensação do torneio. Segunda cabeça de chave, a tenista da Dinamarca venceu nesta sexta a checa Katerina Siniakova por duplo 6/2. A vice-líder do ranking só precisou de 1h08min para sacramentar o triunfo. Ela faturou quatro quebras no jogo e sequer teve o saque ameaçado ao longo das duas parciais.

Em busca da vaga na decisão do título, a campeã do Aberto da Austrália terá pela frente a embalada Qiang Wang, que fez mais uma vítima nesta sexta. A 28ª do ranking, e convidada da organização, desbancou a bielo-russa Aryna Sabalenka, 16ª do mundo, por duplo 7/5. Wang já havia eliminado a checa Karolina Pliskova, ex-número 1 do mundo, e tinha aplicado um duplo 6/0 na letã Jelena Ostapenko, campeã de Roland Garros no ano passado.

Estadão Conteúdo

compartilhe

comente

  • comentários
publicidade
publicidade